Home » Outubro e Novembro: Época imperdível em Nova York

Outubro e Novembro: Época imperdível em Nova York

Estados Unidos | novembro 2015 |
visitar-nova-york-by-original-miles - 1

Talvez seja a época mais fácil ($) de visitar Nova York e vivenciar o melhor que ela tem! As folhagens são de tirar o ar de qualquer ser, mesmo aqueles mais acostumados ao cenário dramaticamente exuberante. Só vendo para crer, ou sentindo!

Nessa época do ano, tudo faz parte do show: os tons, o aroma, o movimento, as nuances da luz e da temperatura, os sabores únicos da estação e o espírito das festas. Tudo isso, só para dizer à você: pare de ler, “googlar” e simplesmente saia andando! Mas, mesmo assim, fiz uma “colinha” de roteiro para você (s), à dois, para namorar ou para se namorar.

central-park-nova-york-by-original-miles - 4

O dia estando lindo, nem ouse ficar em lugar fechado, please! Mas, se o ventinho frio não fizer parte da produção, vale intercalar com a *”fórmula alternativa”* que estou escrevendo abaixo.

Incorpore o Central Park adentro em direção ao Castelo (79th Street). A caminhada dependerá da experiência pessoal de cada um (claro), mas chegando a Torre do Castelo, há sempre uma vista a mais, para babar com a beleza das folhas. Fome? Hot Dog! Garanto que será o melhor da sua vida! (só pelo lugar).

A visita ao MET é pontual, e não pode quebrar o encantamento da estação. Então, deve ir direto ao Roof Top para ver os últimos dias (até 1o de nov) da exibição de esculturas de Pierre Huygh e sempre, com a vista do Parque.

E, ou, café, aperitivo, ou mesmo almoço, no café do museu rodeado por esculturas, e adivinha? O café fica em frente a arvore mais amarelada do Parque! Quanto às esculturas, particularmente sempre fico comovida com a força da “Les Bourgeois de Calais”, Os Burgueses de Clais, de Rodin, (monumento que representa um momento durante a Guerra dos 100 anos entre França e Inglaterra, e que Rodin demorou quatro anos para concluí-lo, em 1889)

new-york-fall-picture

Se realmente a tarde fluiu divinamente bem, está na hora de brindá-la, e nada mais Nova Iorquino (chic), do que um dry martini ou uma gelada taça de champagne no bar do Carlyle Agora, se quiser levar a noite mais a sério, ai sugiro sair dessa casualidade toda e marcar uma mesa para escutar Woody Allen & Friends. Será difícil expressar algo mais Nova Iorquino à vocês.

Woody Allen & The Eddy Davis New Orleans Jazz Band 

September 14 to December 14, 2015
Mondays at 8:45 p.m.

Cover Charge:
General Seating, USD165 per person / Bar Seating, USD120 + USD25 food & beverage minimum / Premium Seating, USD215

USD75 F&B minimum to 8:45 p.m. shows for General & Premium Seating

Cheers!

*” fórmula alternativa”* (citada acima)

Dar uma paradinha, somente no primeiro andar da Barneys (Mad/61st) e se presentear ou presentear alguém, com algum acessório que deixe essa produção casual no Parque ainda mais viva… chapéu, luva, echarpe, tem sempre uma peça original, justamente o seu número. (Isso, se realmente curtir uma loja, ou, nem quebre o clima).

Dando continuidade ao cenário de filme, o passeio no parque pode também ser ao redor do lago com barquinhos, qualquer semelhança às cenas de “Bonequinha de Luxo”, é mera coincidência (e nem sugeri antes comprar uma pecinha na Tiffany…)

new-york-fall-2

Aconselho, se for para entrar em algum lugar, mas sem perder o clima aconchegante do dia, visitar a Mansão da Família Frick, construída em 1014. A família americana do aço, gentilmente a transformou em um adorável museu. As obras permanentes clássicas, combinam com o passeio e a exposição atual de Andrea del Sarto que ficará até 10 de janeiro, também só dará mais brilho ao seu dia. (O passeio não foi desenhado para crianças dessa vez, e no museu não se aceita menores de 10 anos)

Acho que já deu para ter uma tarde autenticamente nova iorquina, como nos velhos tempos… Boa Tarde!

central-park-nova-york-by-original-miles - 9

Destinos Recomendados