GO UP
Trancoso-mini-temporada

Mini temporada em Trancoso

Almoçar no Quadrado, comer moqueca na praia, experimentar terapias em um lugar (quase) secreto, são delícias de uma mini temporada em Trancoso. Aqui, três dicas espertas para você se inspirar 

Moqueca baiana na praia

Na Praia dos Nativos, a Pousada Villas de Trancoso é uma bela opção de estadia pé na areia, com localização estratégica (perto do Quadrado) e uma área verde incrível. Mas se você não está hospedado ali, pode usufruir de duas delícias: o Beach Club, com o apoio luxuoso de grandes camas e espreguiçadeiras, que recebe com bons drinks e petiscos, e o restaurante da pousada.

No Villas de Trancoso Restaurante, à beira da piscina, a pedida é a Moqueca de Peixe, servida à moda tradicional: na cumbuca de barro, borbulhante, com arroz soltinho, pirão e, claro, uma boa pimenta. Para acompanhar, sugerimos o vinho branco argentino Las Moras, um sauvignon blanc com ótimo custo-benefício para a ocasião. Depois, é só se jogar mais nas espreguiçadeiras do clube de mar para a siesta, antes de caminhar pela areia, aos beijos do sol e abraços do mar.

Almocinho no Quadrado

Para um almoço descolado no Quadrado, o Uxuá Restaurante é o lugar para comer bem –além de ver e ser visto. Eu não conhecia o restaurante do hotel, sempre na lista dos hotspots de Trancoso. Os frutos do mar reinam no menu da jovem chef Juliana Pedrosa. Começamos com uma entradinha de camarões picantes –de comer rezando e assoprando! No prato principal, não resisti ao polvo grelhado, que veio al dente. O risotto de camarão, com coco e manga, também chegou chegando! Na sobremesa, banana da terra com sorvete de baunilha, com a benção de todos os santos e orixás. 

Laboratório de experiências

A novidade do Uxuá Hotel nesta temporada é o Uxuá Vida, um laboratório de experiências (exclusivo para os hóspedes), que surpreende logo na chegada. O novo espaço ocupa uma pequena casa no coração do jardim. A sensação é que você está em lugar secreto, no meio de uma floresta, e que vai dar de cara com o mago Merlin. Mas quem cuida do laboratório, cheio frascos, aromas e ervas, é o médico nutrólogo Julian Ramamoto. “Nossa ideia é alimentar o corpo, a mente e a alma das pessoas, com produtos que atendam essa filosofia”, diz ele. Uma delas é a aula de medicina culinária, onde você aprende a usar e dosar especiarias e ingredientes, dentro dessa proposta. Massagens, banhos, passeios de natureza e até uma visita a um pai de santo do candomblé estão entre as possibilidades. O sachê de chá verde para banho, da coleção “Raizeiros”, uma série de aromas do hotel, me chamou a atenção. O travesseiro de ervas pode ir na banheira e você fica imerso no chá. “É um ótimo antioxidante para amenizar os efeitos do sol”, diz Julian. 

Siga @oscincosentidos no Instagram.

Uma caçadora de histórias e maravilhas. Jornalista, escritora, cantora, viajante, cozinheira , aprendiz de dança, sempre em busca da próxima descoberta que desperte os cinco sentidos: o sabor de um novo prato, drink ou vinho (paladar), uma massagem, mergulho ou algo assim relaxante (tato), uma terapia com óleos aromáticos, chás com especiarias ou aquele perfume inédito (olfato), o pôr do sol visto de um rooftop ou as vistas mais incríveis para o mar e as montanhas (visão), e ainda um concerto, show, som ou simplesmente o barulho das ondas, do vento ou dos pássaros (audição). Rosane Queiroz foi editora da revista Marie Claire e da revista de bordo da GOL. Escreve sobre comportamento, gastronomia, sustentabilidade, viagem e lifestyle em publicações como Viagem e Turismo, Vida Simples, Folha de São Paulo, entre outras, além de atuar em produção de conteúdo de texto para livros. É autora de "Musas e Músicas –A mulher por trás da canção" (ed. Tinta Negra), livro reportagem em que conta quem são as musas inspiradoras de canções da MPB com nomes femininos. Na coluna Os Cinco Sentidos, compartilha experiências colhidas em suas andanças e viagens, com os cinco sentidos bem abertos. Mantém o Instagram @oscincosentidos.

Leave a Reply