GO UP

Pelos Vinhedos

separator
Price 12 noites
Saiba mais

Pelos Vinhedos

diária

O roteiro Pelos Vinhedos é para os bons de garfo e os amantes do vinho. Existem inúmeras possibilidades de viagens com esse foco na Itália. A que indicamos segue um itinerário clássico: a região da Toscana, finalizando na Lombardia. Tin-tin e buon appetito!

A Original Miles é uma boutique de viagem especializada em Itália, onde as irmãs e sócias, Ornella e Milena moraram por quatro anos. Além de origem italiana (o avô era de Parma) elas possuem conhecimento genuíno e dominam com facilidade o assunto. A medida que mais conhecem o país, mais se especializam no tema e assim elaboram viagens únicas e personalizadas. Veja os detalhes do dia a dia e conte conosco para elaborar um programa inesquecível.

Resumo roteiro Pelos Vinhedos na Itália:

  • Dia 1: Saída
  • Dia 2 a 5: Florença – 3 noites
  • Dia 5 a 8: Região do Chianti (norte da Toscana) – 3 noites
  • Dia 8 a 11: Região de Montalcino (sul da Toscana) – 3 noites
  • Dia 11 a 14: Milão – 3 noites
12 noites
  • Onde fica
  • Quando ir
    Abril a outubro
  • Nossa recomendação
    Maio, quando começa a esquentar ou setembro, época da vindima (colheita de uvas)
  • Foco da viagem
    Vinho e gastronomia
  • Duração da viagem
    Vinho e gastronomia
1
Dia 1: Saída
2
Dia 2 a 5: Florença – 3 noites
  • Florença, como muitos dizem, respira arte e gastronomia. Pode-se dizer que é um museu a céu aberto e uma cidade gostosa para se percorrer a pé. No assunto moda, poucos sabem que Florença foi berço para inúmeros estilistas italianos como Gucci, Enrico Coveri, Roberto Cavalli e Salvatore Ferragamo. A cidade foi a primeira a receber um desfile de moda organizado em fevereiro de 1951, antes mesmo de Milão.
  • Aconselhamos três noites em Florença, o suficiente para conhecer a Galleria degli Uffizi, Galleria dell’Accademia, Duomo di Firenze entre outros monumentos, e também experimentar os deliciosos restaurantes da cidade. Para aqueles que se interessam por moda, um tour privativo para saber da história da moda na cidade é imprescindível.
  • Dicas de Florença no nosso blog.
  • Como ir ao próximo destino: carro
    • 1 hora
3
Dia 5 a 8: Siena (norte da Toscana) – 3 noites
  • Pequena, aconchegante, charmosa e encantadora. Andar por suas ruas estreitas lembra sua essência medieval. As vielas, ocupadas por prédios feitos de pedras em estilos romanesco e gótico reservam boas surpresas: museus, lojas, restaurantes e gelaterias fazem da cidade uma mistura do antigo com o novo. A cidade é muito conhecida pelo Palio de Siena, uma corrida com 10 cavalos que acontece  de 2 de julho e 16 de agosto.
  • Recomendamos três noites na região norte da Toscana, para visitar vinícolas que produzem qualidades diferentes uvas e rótulos variados. O mais famoso deles é o Chianti Classico, mas há outros Supertuscan, como o Tignanello, que vale uma degustação.
  • Veja aqui alguns posts da Toscana para começar a sonhar com a viagem.
  • Como ir ao próximo destino: carro
    • Aprox 1h 30min
4
Dia 8 a 11: Região de Montalcino (sul da Toscana) – 3 noites
  • Considerada Patrimônio da Unesco desde 2004, um dos pontos mais famosos é a muralha de La Rocca ou a Badia di Sant’Antimo. NO século 19, a cidade revolucionou a produção vinícola local elevando os vinhos Brunello a um altíssimo patamar. Além de visitar os pontos de interesse e degustar o Brunello em uma cantina, o gostoso de Montalcino é caminhar pelas suas ruas estreitas de pedra, descobrir jardins secretos e se surpreender com a linda paisagem.
  • O melhor da Toscana é dirigir e conhecer diversas cidadezinhas, uma mais pitoresca do que a outra e com a sua especialidade, seja ela um vinho ou um prato típico. Ficando em Montalcino, é possível conhecer cidades como Cortona, Montichiello entre outras.
  • Veja alguns posts com dicas da região da Toscana.
  • Como ir ao próximo destino: carro
    • Aprox 5 horas
5
Dia 11 a 14: Milão – 3 noites
  • Milão é uma cidade em constante movimento. Percebemos mudanças em cada viagem. Centro financeiro e comercial da Itália, a cidade recebe muitos turistas e tem uma miscigenação de culturas incessante. Sede de inúmeros eventos importantes, como o Milano Fashion Week e Il Salone del Mobile, é sinônimo de inovação e criação. Milão é dividida por zonas, e cada uma conhecida por um tema. A zona delle colonne concentra a parte mais jovem e cool. A zona del Naviglio é o point dos bares, restaurantes e do famoso aperitivo milanês. A zona di Porta Venezia, por sua vez, é onde ficam as lojas mais populares, da qual a Corso Buenos Aires é protagonista. Não podemos deixar de falar da descolada zona di Brera, bairro de que guarda antiquários, galerias, mercados de rua, brechós, e também a Pinacoteca di Brera. Por fim, o Duomo e o quadrilátero della moda, são também imperdíveis, assim como vivenciar uma ópera no Teatro Scala di Milano é uma experiência única.
  • Mesmo no frio, Milão é deliciosa. Os bares no final do dia ficam lotados para o famoso aperitivo, os restaurantes sempre cheios, e o melhor de tudo são as promoções. As lojas começam “i saldi”no dia 04 de janeiro e e seguem até 3 de março
  • Recomendamos três noites em Milão para conhecer bem a cidade fashionista da Itália. O centro pode ser percorrido a pé facilmente, não havendo necessidade de alugar carro.
  • Nos nossos posts damos várias dicas imperdíveis.

País: Itália

  • Brasileiro não precisa de visto para entrada na Itália.
  • Passaporte com validade mínima de 6 meses.
  • Seguro viagem obrigatório no valor mínimo de 30.000EUR segundo tratado de Schengen.
  • Em virtude do Covid-19 solicite informações atualizadas sobre o destino.