GO UP

Mangia che ti fa bene

separator
Price 12 noites
Saiba mais

Mangia che ti fa bene

diária

Itália e gastronomia andam lado a lado. Esse é um dos motivos pelo quais tanto nos encanta esse país. Para nós não existe lugar onde se come tão bem quanto na Itália. Por isso, montamos um roteiro contemplando as cidades dos nossos restaurantes preferidos no norte da Itália. Recomendamos um ou outro estrelado, mas o diferencial está nas indicações de lugares pouco conhecidos, interioranos, onde se preza a culinária típica local. Boa viagem e bom apetite!

A Original Miles é uma boutique de viagem especializada em Itália, onde as irmãs e sócias, Ornella e Milena moraram por quatro anos. Além de origem italiana (o avô era de Parma) elas possuem conhecimento genuíno e dominam com facilidade o assunto. A medida que mais conhecem o país, mais se especializam no tema e assim elaboram viagens únicas e personalizadas. Veja os detalhes do dia a dia e conte conosco para elaborar um programa inesquecível.

Resumo do roteiro gastronômico na Itália:

  • Dia 1: Saída
  • Dia 2 a 5: Milão – 3 noites
  • Dia 5 a 8: Lago di Garda – 3 noites
  • Dia 8 a 11: Bolonha – 3 noites
  • Dia 11 a 14: Toscana – 3 noite
12 noites
  • Onde fica
  • Quando ir
    Ano todo
  • Nossa recomendação
    Durante a primavera ou o outono, quando as temperaturas são mais amenas e a paisagem mais bonita.
  • Foco da viagem
    Gastronomia
  • Duração da viagem
    Gastronomia
1
Dia 1: Saída
2
Dia 2 a 5: Milão – 3 noites
  • Milão é uma cidade em constante movimento. Percebemos mudanças em cada viagem. Centro financeiro e comercial da Itália, a cidade recebe muitos turistas e tem uma miscigenação de culturas incessante. Sede de inúmeros eventos importantes, como o Milano Fashion Week e Il Salone del Mobile, é sinônimo de inovação e criação. Milão é dividida por zonas, e cada uma conhecida por um tema. A zona delle colonne concentra a parte mais jovem e cool. A zona del Naviglio é o point dos bares, restaurantes e do famoso aperitivo milanês. A zona di Porta Venezia, por sua vez, é onde ficam as lojas mais populares, da qual a Corso Buenos Aires é protagonista. Não podemos deixar de falar da descolada zona di Brera, bairro de que guarda antiquários, galerias, mercados de rua, brechós, e também a Pinacoteca di Brera. Por fim, o Duomo e o quadrilátero della moda, são também imperdíveis, assim como vivenciar uma ópera no Teatro Scala di Milano é uma experiência única.
  • Mesmo no frio, Milão é deliciosa. Os bares no final do dia ficam lotados para o famoso aperitivo, os restaurantes sempre cheios, e o melhor de tudo são as promoções. As lojas começam “i saldi”no dia 04 de janeiro e e seguem até 3 de março.
  • Nos restaurantes que indicamos em Milão você vai provar: um dos melhores tiramissus da sua vida, o melhor carbonara e uma bela lagosta alla catalana.
  • Nos nossos posts no blog damos várias dicas imperdíveis em Milão.
  • Como ir ao próximo destino: carro
    • Aprox. 2 horas
3
Dia 5 a 8: Lago di Garda – 3 noites
 
  • O Lago de Garda é o maior dos lagos italianos e um dos principais centros turísticos do norte da Itália. Localizado entre as regiões de Lombardia, Vêneto e Trentino-Alto Adige, estende-se por uma área de cerca de 370 quilômetros quadrados. Rodeado de pequenos e belos povoados que costumam ser destino de verão.
  • Vêneto é uma região com excelentes restaurantes. Aqui você vai se deliciar com uma cotoletta alla milanese, coberta de presunto e queijo, em Bergamo. Vai provar um tortelli que derrete na boca, em Valeggio sul Mincio, e ter uma experiência gastronômica em Verona.
  • Veja alguns posts com dicas da cidade de Verona aqui.
  • Como ir ao próximo destino: carro
    • 2 horas
4
Dia 8 a 11: Bolonha – 3 noites
  • A cidade de Bolonha fica a aproximadamente 80 quilômetros de Florença. Também é conhecida como La Rossa (A Vermelha), por conta dos prédios medievais de terracota, ornamentados com pórticos. Além dos arcos nas calçadas, Bolonha também é conhecida pelas duas torres inclinadas, a degli Asinelli). Por fim, é um centro gastronômico reconhecido, como seria de se esperar do lugar que inventou o bolonhesa.
  • Reggio Emilia é a região de origem do nosso avô e não poderia faltar neste roteiro. Berço do Culatello di Zibello, Parmigiano Reggiano, Prosciuto di Parma e inúmeras outras tentações. Ficará na memória a tábua de frios em Casalgrande, a mesa de doces do restaurante em Modena, e o fettucine bolognese, em Bologna, logicamente!
  • Veja alguns posts com dicas da cidade de Bolonha.
  • Como ir ao próximo destino: carro
    • 1h30min
5
Dia 11 a 14: Toscana – 3 noites
  • Um dos destinos mais românticos da Itália, a Toscana seduz os visitantes com sua paisagem estampada de girassóis – milhares deles, em um espetáculo a perder de vista. Além do cenário deslumbrante, a culinária é de babar e os vinhos são deliciosos. E ainda é possível unir gastronomia, vinhos e esporte, já que percorrer a Toscana de bike faz parte de muitos roteiros. Ciprestes centenários, vinhedos, olivais, cidades históricas de charme medieval se apresentam no caminho, por estradinhas encantadoras. Não por acaso a Unesco designou seis atrações toscanas como Patrimônio Cultural da HumanidadeFlorença, a principal cidade, a praça da catedral de Pisa e sua torre inclinada, o casario de Pienza, o Centro Histórico de Siena e a vizinha região de Val d'Orcia. Merece entrar no roteiro a estrada que liga Arezzo a Cortona.
  • Na Toscana não se pode deixar de experimentar a Bistecca alla Fiorentina, o tagliatelle com tartufo, o cantucci com vinsanto e um bom vinho “supertuscan”.
  • Veja alguns posts com dicas da região da Toscana aqui.

País: Itália

  • Brasileiro não precisa de visto para entrada na Itália.
  • Passaporte com validade mínima de 6 meses.
  • Seguro viagem obrigatório no valor mínimo de 30.000EUR segundo tratado de Schengen.
  • Em virtude do Covid-19 solicite informações atualizadas sobre o destino.