Home » Sudeste Asiático: Tailândia, Laos, Cambodja e Vietnam

Sudeste Asiático: Tailândia, Laos, Cambodja e Vietnam

Ásia | março 2016 |

Tailândia, Laos, Cambodja e Vietnam: uma viagem a se fazer uma vez na vida.

Pode ser que você nunca tenha pensado em fazer uma viagem para o Sudeste Asiático. Alguns dos motivos mais comuns que ouço são o medo de uma cultura tão diferente da nossa, a distância, o idioma, a comida…

Além dessas razões, tem muita gente que acha que essa é uma viagem para aventureiros/mochileiros etc. Eu pensava assim antes de passar 22 dias por lá. Foram 22 dias de descobertas, lindas surpresas e aprendizados que guardarei para toda a vida. São países cheios de história, com tradições milenares, povos pacíficos, cultura riquíssima e paisagens estonteantes.

Quer mais um motivo? Em tempos de moeda desvalorizada, o Sudeste Asiático acaba se tornando uma opção de viagem com ótimo custo/benefício. A moeda desses países é bem desvalorizada e mesmo numa época em que o Real está valendo pouco, ainda vale muito viajar para lá. Para se ter uma ideia: 1 us dólar corresponde a 35,6 Thai Bahts (Tailândia), 8.099 Lao Kip (Laos), 4.035 Cambodian Riel (Cambodja) e 22.288 Viet Dong (Vietnam).

Se ainda não te convenci, tenho mais 3 motivos e várias imagens espetaculares (imagina se eu fosse fotógrafa profissional):

Para quem gosta de verão, calor, praias, nesses países a temperatura costuma ser alta o ano inteiro. Com exceção do norte do Vietnam (cidades como Hanoi e Sapa) e do norte do Laos (Luang Prabang) onde as temperaturas variam entre 18 e 23 graus no inverno (dezembro a março mais ou menos).

 

Outro motivo: a questão da segurança. Ao longo de toda a minha jornada não tive nenhum problema sério com relação à segurança.

Em média, 90% da população desses países é Budista (o que eles dizem ser uma filosofia de vida e não uma religião). Acredito que é por isso que nos sentimos tão seguros por lá. O budista leva a vida baseado em princípios como bondade e compaixão. A filosofia de vida dos povos budistas tem forte apelo para o VIVA O HOJE e para o CONTROLE DA MENTE. Então as pessoas parecem viver sempre serenas. Nada parece afetar a tranquilidade delas, nada parece alterá-las. E assim, esse clima leve é traduzido para as relações interpessoais.

Ta Prhon - Cambodja

Ta Prhon – Cambodja

 Kuang Si Falls - Laos

Kuang Si Falls – Laos

Apesar das metrópoles como Bangkok e Hanoi parecerem caóticas, a sensação é que tudo funciona no meio da “desorganização”. Super interessante.

E por fim: os povos desses países! Eles são extremamente hospitaleiros e gentis, principalmente com o turista ocidental. Fazem de tudo para nos agradar e bem atender. E são craques nisso, mesmo com a barreira linguística.

Mas não acabei a minha lista de motivos. Os próximos artigos que escreverei aqui contarão mais sobre essa jornada e tudo o que se absorve ao conhecer esses países: novos cheiros, novos gestos, novos sons, novos sabores (queimar a língua com a pimenta faz parte)… É um turbilhão de sensações e emoções que provocam em nós uma profunda evolução de alma.

Long Neck Village

Long Neck Village

Long Neck Woman

Long Neck Woman

Uma viagem dessas abre a cabeça, te faz evoluir e crescer espiritualmente.

Recomendo!

Se você estiver considerando esses destinos na sua próxima viagem, entre em contato conosco e montaremos um roteiro day-by-day personalizado de acordo com a sua expectativa.

Instagram: like_a_local_trips

 

Siem Reap Temples

Siem Reap Temples

ELEPHANT

 

Entre em Contato

Ligue para +55 11 3287 6886 ou deixe sua mensagem