Home » Rota dos vinhos na África do Sul – Um “safári” pelos sabores únicos sul-africanos

Rota dos vinhos na África do Sul – Um “safári” pelos sabores únicos sul-africanos

África | junho 2017 |
Rota dos vinhos na África do Sul stellenbosch

Rica em história e natureza selvagem, a África do Sul é um destino com excelente custo-benefício, oferecendo hospedagem e experiências incríveis a preços interessantes para os brasileiros. O clima mediterrâneo, ensolarado na maior parte do ano, combinado a um solo fértil, assegura o crescimento de videiras fortes e saudáveis – o que torna o enoturismo na região cada vez mais atraente.

Rota dos vinhos na África do Sul

Com uma história de mais de 300 anos, os vinhos sul-africanos refletem as tradições do Velho Mundo, mas são também influenciados pelos estilos contemporâneos. Essa mescla explica a crescente popularidade internacional de vinhos sul-africanos nas últimas décadas. O Cabo da África do Sul orgulha-se de cinco regiões vinícolas: Coast, Olifants River, Boberg, Breede River Valley, e Klein Karoo. Todas elas têm suas rotas de vinho, onde visitantes são sempre bem-vindos.

São cultivados, ali, mais de 100 mil hectares de vinhedos e vinhos em cerca de 340 adegas e propriedades. As variedades de uva de vinho branco incluem Chenin Blanc, Colombard, Chardonnay, Sauvignon Blanc, Riesling e Semillon. Entre os tintos estão Cabernet Sauvignon, Pintoage (variedade quase exclusiva à África do Sul), Merlot, Shiraz e Pinot Noir.

Rota dos vinhos na África do Sul vineyard

Combinar a diversidade cultural, a paisagem exuberante e uma vida noturna vibrante, a visitas às principais vinícolas é a proposta da Rota dos vinhos na África do Sul. Cape Town, a “Cidade Mãe” da África do Sul, fundada em 1652 pelo holandês Ian Van Riebeck, é a porta de entrada para a região das vinícolas sul-africanas. Ali, você pode desfrutar de um passeio pelo trajeto cênico, passando através das praias de Clifton, pelo Sea Point e o centro da cidade, até chegar ao “Bo Kaap”, também conhecido como Malay Quarter, onde a arquitetura é típica de Cape Town como há 200 anos.

De Cape Town, a primeira parada é Table Mountain (conhecida como a Montanha da Mesa) para apreciar a vista e a paisagem mundialmente famosa, com um passeio ao longo do topo e uma degustação de vinhos de Durbanville Hills, em um mirante com vista para a cidade e descida em teleférico. A Rota contempla passeios de um dia inteiro pelas mais célebres vinícolas da região, com degustações em cenários inesquecíveis. Por exemplo, a fabulosa rota de Stellenbosch, um charmoso vilarejo entre as montanhas, que contabiliza mais de 200 produtores.

Neste safári de sabores, há vinícolas como J. C. Le Roux, principal produtora de espumantes, que oferece uma degustação com nougat. Uma das experiências mais marcantes é conhecer Bergklder, a primeira adega subterrânea do Hemisfério Sul, famosa pela produção dos vinhos Fleur du Cap, onde a degustação é harmonizada com antepastos e diferentes tipos de sais. Se for perto do pôr-do-sol, prepare-se para um dos momentos mais bonitos do seu álbum de viagem.

Tire suas dúvidas

Entre em contato para mais informações sobre este destino