GO UP

Um lugar para saborear os pratos típicos de Paraty

Entre o mar e a Mata Atlântica, Paraty tem mais de 300 praias e dezenas de ilhas em sua bela baía, emoldurada por montanhas. Montanhas distantes. Montanhas próximas. Mais montanhas, cortadas por cachoeiras de água geladinha e cristalina. No cais, a profusão de barquinhos coloridos é um convite a navegar por um mar de histórias que remetem a antigas aventuras em busca de ouro e pedras preciosas.

Garimpar as preciosidades gastronômicas da cidade, hoje, é uma das delícias de quem se equilibra no calçamento pé-de-moleque do Centro Histórico. Entre os pratos típicos da culinária paratiense, um dos mais famosos é o peixe azul-marinho, guarnecido com banana verde que, cozida à moda caiçara, ganha essa tonalidade. Isso sem falar das mágicas moquecas e da caldeirada, o mais perfumado resumo de frutos do mar.

foto banana

foto banana salão

No premiado restaurante Banana da Terra, da chef Ana Bueno, o peixe com banana, inspirado no típico azul-marinho, é um clássico do cardápio. “Temos um menu contemporâneo com acento caiçara”, diz a chef. “Ao mesmo tempo em que servimos um peixe na panela de barro, cozinhamos outra receita em forno combinado”, conta ela. Outra boa pedida é o polvo cozido no vinho, com tomatinhos, cebolas, alcaparras, e azeitonas que, só de lembrar, dá água na boca.

Polvo ao vinho

Restaurante Banana da Terra
Rua Dr. Samuel Costa, 198, Centro Histórico
Tel. (24) 3371-1725, Centro Histórico, 

Uma caçadora de histórias e maravilhas. Jornalista, escritora, cantora, viajante, cozinheira , aprendiz de dança, sempre em busca da próxima descoberta que desperte os cinco sentidos: o sabor de um novo prato, drink ou vinho (paladar), uma massagem, mergulho ou algo assim relaxante (tato), uma terapia com óleos aromáticos, chás com especiarias ou aquele perfume inédito (olfato), o pôr do sol visto de um rooftop ou as vistas mais incríveis para o mar e as montanhas (visão), e ainda um concerto, show, som ou simplesmente o barulho das ondas, do vento ou dos pássaros (audição). Rosane Queiroz foi editora da revista Marie Claire e da revista de bordo da GOL. Escreve sobre comportamento, gastronomia, sustentabilidade, viagem e lifestyle em publicações como Viagem e Turismo, Vida Simples, Folha de São Paulo, entre outras, além de atuar em produção de conteúdo de texto para livros. É autora de "Musas e Músicas –A mulher por trás da canção" (ed. Tinta Negra), livro reportagem em que conta quem são as musas inspiradoras de canções da MPB com nomes femininos. Na coluna Os Cinco Sentidos, compartilha experiências colhidas em suas andanças e viagens, com os cinco sentidos bem abertos. Mantém o Instagram @oscincosentidos.

Leave a Reply