GO UP
palermo-soho

Um dia em Palermo Soho – O melhor bairro de BA

Especial Buenos Aires

Reduto de restaurantes, bares e lojinhas, Palermo Soho é o melhor bairro de Buenos Aires para comer, beber e viver.

Bater pernas por Palermo Soho é uma das delícias de Buenos Aires. Mas, antes de se perder pelo bairro, reduto de bons restaurantes, bares e lojinhas descoladas, você pode dar uma caminhada pelos Bosques de Palermo. Na verdade, um conjunto de parques, que correm paralelamente a avenida Del Libertador –a principal da cidade. Lagos, gramados bem cuidados, esculturas, um Jardim Japonês e outro de rosas, o Rosedal, estão no caminho.

É certamente um dos lugares mais lindos para passar uma manhã. Em seguida, siga para o colorido Palermo Soho. Mais precisamente para a esquina da calle Jorge Luis Borges com a Guatemala e almoce no El Preferido (@elpreferidodepalermo). O clássico bodegón (desde 1952) estreou em junho (2019) sob nova direção, com balcão lotado, serviço esperto, muita gente jovem e um cardápio cheio de boas opções. 

A famosa milanesa argentina com fritas, ali, foi das melhores que provei. Virou o meu preferido. Em outro dia, para dar um tempo de carne, pedi um linguado grelhado com espinafre a la creme (outro acompanhamento típico e saboroso) e comi rezando. Para acompanhar, aquela Quilmes trincando ou um dos malbecs bons e baratos (para os brasileiros com reais) como o Criolla ou o Las Perdices. 

Sabonete de Malbec

Pule a sobremesa. É hora de tomar um helado. A Arkyn , a sorveteria mais divertida do bairro, fica a uma quadra do El Preferido. Se estiver com crianças, prepare-se para voltar mais de uma vez. Já que, além dos sabores de doce-de-leite, melão, manga e chocolate picante, há os picolés de super heróis e personagens de quadrinhos. Tudo em um cenário de filme de ficção, entre tronos prateados réplicas de bonecos do Star Wars. Ou seja, as crianças amam!

Logo depois, um pouco mais à frente, a fábrica/lojinha de sabonetes Sabater Hnos é um achado, com aromas artesanais de capim santo, alecrim e até malbec! Em segundo lugar, para quem gosta de velas perfumadas como eu vai amar a loja Velas de La Ballena com seus diversos formatos e aromas exóticos. Para uma lembrança diferente, a Tranqui Pijamas é tudo. Foi lá que encontrei uma calça com estampa de abacates para minha filha, entre blusas e bótons da série do desenho Hora de Aventura. Ela amou!

Parrilada pop

Por fim, você pode tomar um café na livraria e clube de jazz Borges 1975 e conferir os lançamentos. Com sorte, você ainda pega uma música ao vivo. Se seguir no bairro para jantar, uma boa escolha é o restaurante La Popular del Soho (@lapopulardelsoho). A temática é o futebol, com camisas de times, chuteiras no teto e muitas fotos na decoração. A parrillada veio bem servida. Entretanto, eu só dispensaria o chinchulín (come que se dá ao intestino do boi), o miúdo mais polêmico, que eu detestei. Eca! Em compensação, o bife de chorizo estava divino e o vinho mais ainda. E lá se foi mais um dia perfeito em Palermo Soho.

Uma caçadora de histórias e maravilhas. Jornalista, escritora, cantora, viajante, cozinheira , aprendiz de dança, sempre em busca da próxima descoberta que desperte os cinco sentidos: o sabor de um novo prato, drink ou vinho (paladar), uma massagem, mergulho ou algo assim relaxante (tato), uma terapia com óleos aromáticos, chás com especiarias ou aquele perfume inédito (olfato), o pôr do sol visto de um rooftop ou as vistas mais incríveis para o mar e as montanhas (visão), e ainda um concerto, show, som ou simplesmente o barulho das ondas, do vento ou dos pássaros (audição). Rosane Queiroz foi editora da revista Marie Claire e da revista de bordo da GOL. Escreve sobre comportamento, gastronomia, sustentabilidade, viagem e lifestyle em publicações como Viagem e Turismo, Vida Simples, Folha de São Paulo, entre outras, além de atuar em produção de conteúdo de texto para livros. É autora de "Musas e Músicas –A mulher por trás da canção" (ed. Tinta Negra), livro reportagem em que conta quem são as musas inspiradoras de canções da MPB com nomes femininos. Na coluna Os Cinco Sentidos, compartilha experiências colhidas em suas andanças e viagens, com os cinco sentidos bem abertos. Mantém o Instagram @oscincosentidos.