Home » Ásia | Maldivas, Dubai & Butão

Ásia | Maldivas, Dubai & Butão

Maldivas

Passar a lua de mel nas Maldivas é o sonho de muitos casais. Mas que tal ir além e curtir relax e mordomia nas Maldivas, extravagância e exagero nos Emirados Árabes, cultura e conhecimento no Butão? Uma viagem original, excêntrica, mística. Três países completamente diferentes para uma experiência única e extraordinária.

Apesar da distância, as Maldivas estão sempre no topo da lista de destinos para a lua de mel e é fácil entender o porquê: é calor durante todo o ano (o clima é tropical e úmido e a temperatura varia de 24o C a 33o C), a paisagem é paradisíaca e os hotéis são de babar – o difícil é escolher onde se hospedar. E esse ponto é crucial, pois uma vez que você chega no hotel, é lá que você fica o tempo todo.

O dilema é, como escolher o hotel? São mais de 200 e cada um tem o seu charme e particularidade. Entenda: a República das Maldivas fica no Oceano Índico, ao sudoeste do Sri Lanka e da Índia, ao sul do continente asiático, e é constituída por 1.196 ilhas, das quais cerca de 200 são habitadas. Ou seja, há um hotel em praticamente todas as ilhas habitadas, uns mais luxuosos, outros mais rústicos.

Independente da escolha do hotel, a chegada é sempre a mesma para todos, já que o único aeroporto internacional fica na capital, Malé, que tem aproximadamente 100 mil habitantes. De lá, você pega um hidroavião ou um barco que te leva até a ilha onde você ficará hospedado, e aí é só curtir.

lua de mel nas maldivas

lua de mel nas maldivas

Depois de relaxar no paraíso, que tal passar alguns dias na maior cidade dos Emirados Árabes? Extremamente desenvolvida, Dubai é conhecida por ser uma cidade de conexão, já que o seu aeroporto é um dos mais movimentados do mundo. Moderna e cosmopolita, é cheia de obras grandiosas e prédios altíssimos, construídos com o objetivo de aumentar o turismo. Entre eles se destacam as Palm Islands (três arquipélagos artificiais no formato de palmeiras), o The World (outro arquipélago, ainda em construção, no formato de um mapa mundi), o Burj Al Arab (um dos hotéis mais luxuosos de Dubai, que imita a vela de um barco) e o Burj Khalifa (o arranha-céu mais alto do mundo, com 828 metros).

Há quem diga que Dubai é uma cidade “fake” (falsa), e de fato, ela é inteira construída visando aumentar o número de turistas, mas que definitivamente vale uma visita. Além das construções, outro atrativo é o deserto de areia que rodeia a cidade. O passeio de 4×4 pelas dunas é imperdível.

lua de mel nas maldivas

lua de mel nas maldivas

Para fechar com chave de ouro, o último destino é místico e exótico: o Butão. Localizado no sul da Ásia, aos pés dos Himalaias e espremido entre as enormes China e Índia, é um país bastante fechado ao turismo. Foi só em 1974 que ele oficialmente abriu suas portas aos turistas, e até hoje é muito burocrático entrar no país.

Para começo de conversa, são duas as companhias aéreas que voam para Paro: Druk Air e Buthan Airlines, ambas pertencentes ao rei. Os voos diretos saem de Delhi e Calcutá (India), Katmandu (Nepal) e Bangkok (Tailândia). Do avião, você já consegue apreciar a paisagem, bucólica e pura, com planícies subtropicais e montanhas que chegam a 7000 metros de altitude.

Curiosamente, em 2006, baseado em uma pesquisa global, a revista Business Week avaliou o Butão como o país mais feliz da Ásia e o oitavo país mais feliz do mundo. Viva a felicidade!

lua de mel nas maldivas

Como chegar:

Não existe voo direto de São Paulo (GRU) para a capital das Maldivas, Malé (MLE)

A melhor alternativas é com a Emirates via Dubai. Há também a possibilidade de ir com a Etihad via Abu Dhabi, com a Qatar via Doha e com Turkish Airlines via Istambul.

  • Voando Emirates:
  • São Paulo (GRU) – Dubai (DXB) 14 horas de voo
  • Dubai (DXB) – Malé (MLE) 6 horas de voo

Butão: único aeroporto fica em Paro e apenas duas companhias aéreas que voam para lá: Druk Air e Buthan Airlines, ambas pertencentes ao rei.

Visto e Vacina:

Maldivas – Brasileiros precisam apenas passaporte com validade de pelo menos 6 meses. O visto é emitido na própria imigração. É obrigatória vacina contra febre amarela (deve ser tomada no mínimo 10 dias antes da viagem).

Emirados Árabes – Exige visto (pode ser feito direto no aeroporto de Dubai)

Butão – Exige visto de turista e este deve ser solicitado com pelo menos um mês de antecedência.

Nossa sugestão

novembro ou dezembro

Quando ir

dezembro a março (época seca) / outubro a maio (Butão)
Passar a lua de mel nas Maldivas é o sonho de muitos casais. Que tal unir com Emirados Árabes, e Butão? Veja mais!
Motivos para você ir
  •  praias paradisíacas
  •  contato com a natureza
  • paisagens lindas
  •  relax e mordomia
  •  experiências místicas
  •  envolver-se culturalmente
  •  grandes capitais

Nossa sugestão

novembro ou dezembro
Passar a lua de mel nas Maldivas é o sonho de muitos casais. Que tal unir com Emirados Árabes, e Butão? Veja mais!

Quando ir

dezembro a março (época seca) / outubro a maio (Butão)
Passar a lua de mel nas Maldivas é o sonho de muitos casais. Que tal unir com Emirados Árabes, e Butão? Veja mais!
Motivos para você ir
  •  praias paradisíacas
  •  contato com a natureza
  • paisagens lindas
  •  relax e mordomia
  •  experiências místicas
  •  envolver-se culturalmente
  •  grandes capitais

Passar a lua de mel nas Maldivas é o sonho de muitos casais. Mas que tal ir além e curtir relax e mordomia nas Maldivas, extravagância e exagero nos Emirados Árabes, cultura e conhecimento no Butão? Uma viagem original, excêntrica, mística. Três países completamente diferentes para uma experiência única e extraordinária.

Apesar da distância, as Maldivas estão sempre no topo da lista de destinos para a lua de mel e é fácil entender o porquê: é calor durante todo o ano (o clima é tropical e úmido e a temperatura varia de 24o C a 33o C), a paisagem é paradisíaca e os hotéis são de babar – o difícil é escolher onde se hospedar. E esse ponto é crucial, pois uma vez que você chega no hotel, é lá que você fica o tempo todo.

O dilema é, como escolher o hotel? São mais de 200 e cada um tem o seu charme e particularidade. Entenda: a República das Maldivas fica no Oceano Índico, ao sudoeste do Sri Lanka e da Índia, ao sul do continente asiático, e é constituída por 1.196 ilhas, das quais cerca de 200 são habitadas. Ou seja, há um hotel em praticamente todas as ilhas habitadas, uns mais luxuosos, outros mais rústicos.

Independente da escolha do hotel, a chegada é sempre a mesma para todos, já que o único aeroporto internacional fica na capital, Malé, que tem aproximadamente 100 mil habitantes. De lá, você pega um hidroavião ou um barco que te leva até a ilha onde você ficará hospedado, e aí é só curtir.

Depois de relaxar no paraíso, que tal passar alguns dias na maior cidade dos Emirados Árabes? Extremamente desenvolvida, Dubai é conhecida por ser uma cidade de conexão, já que o seu aeroporto é um dos mais movimentados do mundo. Moderna e cosmopolita, é cheia de obras grandiosas e prédios altíssimos, construídos com o objetivo de aumentar o turismo. Entre eles se destacam as Palm Islands (três arquipélagos artificiais no formato de palmeiras), o The World (outro arquipélago, ainda em construção, no formato de um mapa mundi), o Burj Al Arab (um dos hotéis mais luxuosos de Dubai, que imita a vela de um barco) e o Burj Khalifa (o arranha-céu mais alto do mundo, com 828 metros).

Há quem diga que Dubai é uma cidade “fake” (falsa), e de fato, ela é inteira construída visando aumentar o número de turistas, mas que definitivamente vale uma visita. Além das construções, outro atrativo é o deserto de areia que rodeia a cidade. O passeio de 4×4 pelas dunas é imperdível.

Para fechar com chave de ouro, o último destino é místico e exótico: o Butão. Localizado no sul da Ásia, aos pés dos Himalaias e espremido entre as enormes China e Índia, é um país bastante fechado ao turismo. Foi só em 1974 que ele oficialmente abriu suas portas aos turistas, e até hoje é muito burocrático entrar no país.

Para começo de conversa, são duas as companhias aéreas que voam para Paro: Druk Air e Buthan Airlines, ambas pertencentes ao rei. Os voos diretos saem de Delhi e Calcutá (India), Katmandu (Nepal) e Bangkok (Tailândia). Do avião, você já consegue apreciar a paisagem, bucólica e pura, com planícies subtropicais e montanhas que chegam a 7000 metros de altitude.

Curiosamente, em 2006, baseado em uma pesquisa global, a revista Business Week avaliou o Butão como o país mais feliz da Ásia e o oitavo país mais feliz do mundo. Viva a felicidade!

Como chegar:

Não existe voo direto de São Paulo (GRU) para a capital das Maldivas, Malé (MLE)

A melhor alternativas é com a Emirates via Dubai. Há também a possibilidade de ir com a Etihad via Abu Dhabi, com a Qatar via Doha e com Turkish Airlines via Istambul.

  • Voando Emirates:
  • São Paulo (GRU) – Dubai (DXB) 14 horas de voo
  • Dubai (DXB) – Malé (MLE) 6 horas de voo

Butão: único aeroporto fica em Paro e apenas duas companhias aéreas que voam para lá: Druk Air e Buthan Airlines, ambas pertencentes ao rei.

Visto e Vacina:

Maldivas – Brasileiros precisam apenas passaporte com validade de pelo menos 6 meses. O visto é emitido na própria imigração. É obrigatória vacina contra febre amarela (deve ser tomada no mínimo 10 dias antes da viagem).

Emirados Árabes – Exige visto (pode ser feito direto no aeroporto de Dubai)

Butão – Exige visto de turista e este deve ser solicitado com pelo menos um mês de antecedência.

Mapa

Entre em Contato

Ligue para +55 11 3287 6886 ou deixe sua mensagem