GO UP

Trancoso: sabor e paisagem no restaurante El Gordo

Não resisto a polvo, praia e piscina. Três coisas que se juntam lindamente no restaurante El Gordo, em Trancoso.

As mesas ficam em torno de uma piscina azul-turquesa que só concorre com o tom da vista para o mar –uma das mais bonitas do Quadrado, o centrinho do vilarejo onde tudo acontece. De polvo, gosto tanto que tentei aprender a preparar o misterioso molusco. Mas as receitas de como cozinhá-lo são bem mais numerosas do que seus nove tentáculos –e cada uma mais complicada do que a outra. Tudo porque polvo tem de ser “al dente”. Se passar do ponto, ganha consistência de chiclete e adeus.

A dica mais famosa recomenda cozinhar o polvo na pressão junto com uma cebola. Quando a cebola estiver macia, sem desmanchar (testando com um garfo), está pronto. Outras dizem que é preciso apenas “dar um susto” nele, mergulhando na água fervendo e em seguida em uma bacia com gelo. Há ainda quem congele o polvo e depois cozinhe apenas quinze minutos em panela normal. Enfim, fiquei confusa, justamente nesse ponto. Depois de duas tentativas frustradas, desisti. E decidi que só como polvo em restaurante ou preparado por pessoas mais evoluídas do que eu, que não desistiram diante do segundo tentáculo emborrachado.

Daí que a palavra “polvo” salta aos meus olhos nos menus de frutos do mar. Foi o que aconteceu no El Gordo, em que ele figura em duas versões: na tradicional receita “à lagareiro”, como não pode faltar em uma boa casa portuguesa, ou salteado com legumes ao alho e risotto de páprica”. Duas delícias que levam a um dilema cruel, e traduzem o estilo do Chef Wladimir Umezu, que apresenta um cardápio eclético, de influencia portuguesa, asiática e brasileira, com criatividade e capricho na apresentação dos pratos. Os ceviches e camarões também são tentadores.

Na dúvida, fiquei com a tradição. Um legítimo Polvo à Lagareiro, na textura top, com batatas ao murro, afinal, não se encontra à beira de qualquer piscina. Agora preciso voltar e provar esse risotto de páprica. Fiquei na saudade.

El Gordo
End:Praça São João 7 (Quadrado) - Trancoso - Porto Seguro - Bahia 
Tel: 073 3668-1193 ou 073 3668-2041

Uma caçadora de histórias e maravilhas. Jornalista, escritora, cantora, viajante, cozinheira , aprendiz de dança, sempre em busca da próxima descoberta que desperte os cinco sentidos: o sabor de um novo prato, drink ou vinho (paladar), uma massagem, mergulho ou algo assim relaxante (tato), uma terapia com óleos aromáticos, chás com especiarias ou aquele perfume inédito (olfato), o pôr do sol visto de um rooftop ou as vistas mais incríveis para o mar e as montanhas (visão), e ainda um concerto, show, som ou simplesmente o barulho das ondas, do vento ou dos pássaros (audição). Rosane Queiroz foi editora da revista Marie Claire e da revista de bordo da GOL. Escreve sobre comportamento, gastronomia, sustentabilidade, viagem e lifestyle em publicações como Viagem e Turismo, Vida Simples, Folha de São Paulo, entre outras, além de atuar em produção de conteúdo de texto para livros. É autora de "Musas e Músicas –A mulher por trás da canção" (ed. Tinta Negra), livro reportagem em que conta quem são as musas inspiradoras de canções da MPB com nomes femininos. Na coluna Os Cinco Sentidos, compartilha experiências colhidas em suas andanças e viagens, com os cinco sentidos bem abertos. Mantém o Instagram @oscincosentidos.

Leave a Reply