Home » O que fazer no Atacama – Altas aventuras no Explora

O que fazer no Atacama – Altas aventuras no Explora

Chile | julho 2018 |
O que fazer no Atacama

Fazer trekking ou percorrer paisagens do deserto estão entre os melhores passeios para fazer no Atacama

Antes de começar a explorar o Atacama, vale lembrar que a altitude ali é de 2.400 metros acima do nível do mar, e pode chegar a mais de 5.000, nos pontos mais altos. É comum sentir um pouco de tontura, o corpo leva um ou dois dias para acostumar. Os sintomas mais comuns da sorache (o mal da altitude) são dor de cabeça, cansaço e falta de ar. Até mesmo caminhadas curtas podem provocar essa sensação, portanto, é legal deixar os lugares mais altos e que exigem maior esforço físico para os últimos dias da viagem. Confira alguns passeios que valem a pena no Explora Atacama:

Trekking: Guatín – Puritama

Esta exploração é recomendada para os viajantes que querem se aclimatar para passeios do próximo nível, de 4 mil metros acima do nível do mar.  Saímos de van do Explora para Guatin, um pequeno povoado de pastores, onde começamos uma caminhada em subida para chegar à borda do desfiladeiro do rio Puritama (“água quente” em kunza). Caminhamos por 45 minutos, bordejando o desfiladeiro, até descer à beira do rio, onde há alguns antigos assentamentos atacamenhos e o nascimento das Termas de Puritama. Lá, dá para curtir as piscinas de água quente e uma refeição ligeira. Além da pegada arqueológica, esse passeio permite conhecer a flora e a fauna local.

Noites de aclimatação requeridas: 1
Duração: 2h30m
Distância: 4,8 km / 3 mi
Altitude máxima: 3.539 m.a.n.m / 11.610 p.a.n.m

High Mountain Ascents: Cerro Toco

Esse passeio segue em direção leste até chegar à Cordilheira dos Andes. A subida começa em uma antiga planta de enxofre. Subimos um caminho marcado e íngreme por duas horas. A colina Toco é a introdução ideal a escalada de alta montanha. Lá do algo, podemos ver Chile, Bolívia, Argentina e os vulcões do entorno. Incrível!

Noites de aclimatação requeridas: 3
Duração: 3h30m
Distância: 4 km / 2,5 mi
Altitude máxima: 5.604 m.a.n.m / 18.385 p.a.n.m

Trekking: Puricamar 

Seguimos em direção ao Vale da Lua. Uma vez lá, começamos uma caminhada em uma das áreas menos conhecidas desta reserva: o lado sul. Caminhamos através de paisagens com formações rochosas, esculturas naturais e enormes dunas de areia. No final da caminhada, o grande prêmio: uma visão de 360° a partir da Cordilheira do Sal até o Deserto de Atacama.

Noites de aclimatação requeridas: 0
Duração: 2h
Distância: 4,6 km / 2,9 mi
Altitude máxima: 2.577 m.a.n.m / 8.454 p.a.n.m

Bike: Quebrada del Diablo

A 12 quilômetros de San Pedro do Atacama, a Quebrada Del Diablo é um dos lugares mágicos do deserto para percorrer de bike. Essa famosa “quebrada” concentra várias formações geológicas que dão o aspecto de gigantescos paredões, formando um cenário daquele de tirar o fôlego. Existe uma trilha que alguns fazem a a cavalo também. Há momentos em que é preciso vencer subidas carregando a bike, e também passagens por fendas estreitas. O cenário inusitado vale cada pedalada.

Noites de aclimatação requeridas: 1
Duração: 2,5h 
Distância: 22 km / 13,2 mi 
Altitude máxima: 2.600 m.a.n.m / 8.320 p.a.n.m

Bike: Valle de La Luna

Saímos de van em direção à Cordilheira do Sal. Na planície da Paciência, começamos a pedalar para o Valle de La Luna por uma paisagem surpreendente. O caminho de volta é um declive que inclui várias subidas e descidas. O legal é que o retorno para o Explora passa por diversas trilhas diferentes, e você nem sente o tempo passar.

Noites de aclimatação requeridas: 0
Duração: 4h
Distância: 24 km / 14,9 mi
Altitude máxima: 2.560 m.a.n.m / 8.398 p.a.n.m

Obs: É importante ressaltar que no Atacama não existe uma “carteirinha” para os guias. Lá todos podem atuar nessa área. Ficando hospedados nos melhores hotéis, a garantia do bom guia é certa, pois passam por treinamento. Se ficar em outro lugar, é essencial prestar atenção na empresa que estiver contratando, pois não é brincadeira fazer caminhadas a uma altitude acima de 4 mil metros sem um guia experiente.

Entre em Contato

Ligue para +55 11 3287 6886 ou deixe sua mensagem