Home » Ilha Grande – de onde se hospedar ao que fazer na Vila do Abrãao

Ilha Grande – de onde se hospedar ao que fazer na Vila do Abrãao

Brasil | março 2017 |

Chegando em Ilha Grande!

VILA DO ABRAÃO

A escolha de qual local/praia você deve se hospedar depende muito do tipo de viagem que você quer fazer. Como viajei com alguns amigos gringos, a ideia era aproveitar não só as praias paradisíacas da região, como também ter algo agitado para fazer durante a noite. Nesse post vou citar o que fazer na Vila do Abrãao.

Lá é onde se tem a maior concentração de pousadas, agências de turismo, rotas de barcos, restaurantes, bares, supermercados e por isso decidimos nos hospedar por lá. Era muito mais fácil e democrático pela variedade de opções quando se está em um grupo grande (estávamos em 8 pessoas).

Em contrapartida por ser um ponto de chegada de barcos, na maior parte do ano, a água é imprópria para banho. Assim, sempre que quiséssemos tomar banho de mar tínhamos que pegar um barco ou fazer uma trilha.

ONDE FICAR NA VILA DO ABRAÃO (HOSPEDAGEM)

Mais uma vez aqui varia muito o que você procura. Nosso grupo se dividiu em dois lugares:

Biergarten Hostel: Hostel número 1 pelo tripadvisor. Quartos e banheiros simples e limpos.

Vantagens/Desvantagens:  

  • Café da manhã incluso
  • Ar condicionado no quarto
  • Staff que fala inglês
  • Bem no meio do centrinho
  • Possui um bar e restaurante logo em seu complexo
  • Pode ser barulhento por estar no centro e ter o bar logo embaixo

Pousada Manacá:  uma graça de pousada com o dono (Gerard) e funcionários extremamente simpáticos e atenciosos. Quartos espaçosos e limpos.

Vantagens/Desvantagens:  

  • Café da manhã incluso
  • Ar condicionado e frigobar no quarto
  • Mini cofre (de chave) no quarto
  • Staff que fala francês
  • Um pouco distante do centrinho (7 minutos a pé): vantagem caso você queria um pouco mais de sossego (principalmente na hora de dormir)
  • Sujar / molhar o pé: Não há parte asfaltada da pousada até o centro. Você deve caminhar pela areia (não me incomodou, adoro andar descalça). Além disso, muitas vezes durante a noite a maré sobe juntando a água do mar com um córrego fazendo com que seja inevitável que você molhe os pés.
  • Trechos com pouca iluminação: Em nenhum momento me senti insegura na ilha (não vi nada referente a assaltos, furtos, etc). No entanto, vale ressaltar que alguns trechos de areia para ir até o centro não tem muita iluminação.

ŸSugestões de outras pousadas

Opção 1 ($): BIergarten Hostel, Che Lagarto Hostel e Aquário Hostel. Também há opções de campings.

Opção 2 ($$): Pousada Manacá, Pousada Caúca, Pousada Ouro Verde, Solar da Praia Pousada e Pousada D’Pillel.

Opção 3 ($$$): Pousada Caiçara, Pousada Ancoradouro e Pousada Só Natureza.

ONDE FICAR (OUTROS LUGARES DA ILHA)

Além da Vila do Abraão existem algumas opções mais rústicas como campings nos seguintes locais: Enseadas de Palmas, Araçatiba, Praia do Aventureiro e Praia da Parnaioca. Alguns campings até tem certa estrutura, mas outros por serem literalmente nos quintais de moradores da região são bastante simples, inclusive sem energia elétrica.

Para mais informações sugiro esses dois sites:

http://www.ilhagrande.com.br/hospedagem/camping/

http://www.ilhagrande.org/camping-ilha-grande

O QUE FAZER NA VILA DO ABRAÃO (DURANTE O DIA)

ŸTrilhas

O que não falta em Ilha Grande são trilhas!

Sinceramente estava super empolgada para fazer diversas delas! Fui equipada e levei para viagem tênis, meia alta, chapéu e até mochila (bem estilo oriental hahaha). Mas no final desistimos pelo pouco tempo que tínhamos vs. o tempo que cada trilha levava. Para as praias mais famosas/bonitas (Lopes Mendes, Aventureiro, Feiticeira, Caxadaço e Dois Rios) durariam mais de 2-3 horas (cada trecho). Sem contar as outras trilhas, em que era sugerido pernoite em alguma praia base. No fim optamos por passeios de barco que levassem a gente para maioria dessas praias.

Mas uma trilha que com certeza quero fazer na próxima vez que for para lá é a do Pico do Papagaio (considerada difícil com grande inclinação), segundo ponto mais alto de Ilha Grande. Do topo é possível ver quase toda a Ilha e parte de Angra dos Reis.

Site com dicas de trilhas:

http://www.ilhagrande.com.br/atrativos/atividades/trilhas-da-ilha-grande/

http://www.ilhagrande.org/trilhas-da-ilha-grande

Para dizer que não fiz nenhuma trilha, acabamos indo para praia do Abraãozinho, trilha que dura 30 minutos! Comento mais no próximo post.

Passeios de barco (detalho todos os passeios que fizemos no próximo post)

São muitas opções! Variando em destino, atividades a serem realizadas no passeio (snorkel, banho de cachoeira e/ou banho em piscina natural), tipo de barco e tempo de passeio.

Preço médio dos passeios de barco:

  • Volta a ilha – R$ 150,00 (lancha) – mais informações no próximo post
  • Meia volta – R$ 100,00 (lancha) ) – mais informações no próximo post
  • Lopes Mendes – R$ 30,00 (escuna) / $ 50,00 (táxi boat)  – mais informações no próximo post
  • Super Sul – R$ 160,00 (lancha)
  • Ilhas Paradisíacas – R$ 140,00 (lancha)
  • Lagoa Azul – R$ 60,00 (escuna)
  • Meia volta com gruta – apenas aos sábados
  • Ilhas de Angra – indisponível durante a nossa estadia
  • Feiticeira – indisponível durante a nossa estadia

Observações:  

*Alguns passeios dependem da condição do mar.

**A maioria dos barcos disponibilizam gratuitamente durante o passeio água mineral, cooler com gelo (é permitido levar bebidas e lanches) e máscara de snorkel.

***Os preços variam muito. Os descritos acima são referentes a fevereiro 2017, uma semana antes do carnaval. Pelo site e na semana seguinte que estávamos (carnaval) os preços estavam diferentes a esses.

****Lembrando mais uma vez que barcos maiores (escuna) são mais baratos, mas levam mais tempo no trajeto e balançam mais.

*dica: Existe a opção de lancha privada. Caso você esteja em um grupo grande de pessoas talvez valha a pena vocês alugarem uma lancha podendo definir o roteiro que gostariam de fazer.

Algumas cotações que fizemos:

  • R$ 1.200,00 até 12 pessoas.
  • R$ 1.400 reais até 10 pessoas.

ŸCom qual agência de turismo fechar o passeio:

Normalmente eu pesquiso algumas agências antes de viajar (reviews e preços) e chegando no local vou conversar pessoalmente com elas. No final, a que tiver o melhor atendimento, roteiro, estrutura e preço eu acabo fechando o passeio.

No caso de Ilha Grande o preço e tipo de passeios são praticamente iguais em todas as agências. Por isso optamos por ir com um agência grande, que aparentemente tinha uma boa estrutura e equipe treinada (Objetiva – fica logo no cais de Vila Abraão).

Tivemos uma experiência muito boa no primeiro dia, principalmente com a atendente (Nayara <3) que nos ajudava todos os dias (até via whatsapp) com dicas de passeios de barcos, da região, de restaurantes, basicamente TUDO. Assim, acabamos fechamos todos os demais passeios com ela também. Foi ótimo, sem nenhum problema!

Mas além da objetiva tivemos a impressão de que a Vilanova Tour e a Nativos são outras agências de grande porte e bem organizadas.

O QUE FAZER NA VILA DO ABRAÃO (DURANTE A NOITE)

Ilha grande é muito maior do que imaginei. Quando desembarquei no cais não dei muito para a ilha. Mas quando entrei pelas ruazinhas do centro, percebi que ela quase não tinha fim!  Durante a noite faço as seguintes recomendações:

  • ŸOlhe para o céu (você vai desacreditar no número de estrelas);
  • Vá jantar em algum restaurante gostoso (muitos têm música ao vivo);
  • Vá até o cais (as pessoas sentam em grupos e ficam por horas conversando);
  • ŸComa uma sobremesa de um dos vários carrinhos de doces que ficam no meio das ruas;
  • ŸTome uma bebida/drink de uma das barraquinhas nas ruas;
  • ŸFaça compras (cangas, biquínis, faixas de cabelos, pulseirinhas, tem de tudo);
  • ŸVá para alguma festa (às vezes, principalmente durante alta temporada há festas na região. Durante a nossa estadia, teve festa todos os dias no Aquário Hostel).

ONDE COMER NA VILA DO ABRAÃO

ŸDom Mario

  • Local: No centrinho da Vila do Abraão (fim de uma rua perto da pousada Casablanca)
  • Preço: R$110 prato para 2 pessoas
  • Ambiente: Agradável, simples
  • Atendimento: Bom
  • Tempo de espera (sentar): Chegamos cedo (19h30) e não havia fila. Restaurante costuma ficar cheio a partir das 20h30-21h.
  • Tempo de espera (comida): 50 minutos
  • Sugestão: Salmão com pirão e arroz e Camarões com batata

ŸLua e Mar

  • Local: Faixa de areia um pouquinho afastado do centro (7 minutos andando)
  • Preço: R$140 prato para 2 pessoas
  • Ambiente: Arrumado e aconchegante. Sugiro ir à noite quando tem velas nas mesas e você pode comer olhando as estrelas.
  • Atendimento: Ótimo
  • Tempo de espera (sentar): chegamos cedo, às 20h e sentamos sem espera em uma mesa na areia mesmo (restaurante costumam ficar cheio às 20h30 – 21h).
  • Tempo de espera (comida): 30 minutos
  • Sugestão: Lula dorê e algum dos peixes

Restaurante Biergarten

  • Local: No centrinho da Vila do Abraão (embaixo do próprio hostel)
  • Preço: Comida por quilo. Ótimo para quem quer comer pouco e economizar.
  • Ambiente: Pequeno e bastante cheio
  • Atendimento: self-service

Rei da Moqueca

  • Local: No centrinho da Vila do Abraão (na rua da praia com mesas na areia)
  • Preço: R$100 prato para 2 pessoas
  • Ambiente: De frente para o mar, mas bastante simples.
  • Atendimento: Bom
  • Tempo de espera (sentar): Nenhuma, chegamos as 20h, não tinha fila.
  • Tempo de espera (comida): 40 minutos.
  • Sugestão: Moqueca de peixe com banana

O Kebab Lounge

  • Preço: No centrinho da Vila do Abraão (bem nos meio das ruazinhas)
  • Ambiente: Descolado, com drinks.
  • Atendimento: Médio – sempre cheio, com atendentes sobrecarregados.
  • Tempo de espera (sentar): A primeira vez que fomos, desistimos porque esperamos 30 minutos e ainda não tinha previsão para sentar.
  • Tempo de espera (comida): 40 minutos (na segunda tentativa)
  • Sugestão: Espetinho de frango

O Pescador 

  • Local: No centrinho da Vila do Abraão (na rua da praia com mesas na areia)
  • Preço: R$110 prato para 2 pessoas ou R$ 65 pratos individuais
  • Ambiente: Agradável, de frente para o mar.

Não tivemos tempo para comer lá, mas ouvimos muitas críticas positivas do restaurante.

*dica: Também tem uma padaria na ilha, Pães e cia! Caso você tenha perdido o café da manhã da sua pousada/hostel, pode dar um pulinho e pegar um pãozinho na chapa por lá!

**dica: A maioria dos restaurantes é caro, média de 100,00 para duas pessoas (muitas vezes servem 3). Sugestões de restaurantes mais baratos são de pizza e crepe!

Tire suas dúvidas

Entre em contato para mais informações sobre este destino