Home » Mangia che ti fa bene! Como aproveitar o melhor da cozinha italiana

Mangia che ti fa bene! Como aproveitar o melhor da cozinha italiana

Europa | fevereiro 2019 |
mangia-che-fa-bene

Comer na Itália é uma das melhores partes da viagem. Mas a cultura alimentar dos italianos é bem diferente da nossa. Confira alguns desses hábitos a partir das principais refeições, para aproveitar o melhor da cozinha italiana.

De norte a sul, a Itália garante uma gastronomia saborosa e farta. Todavia, viajar para qualquer lugar, ali, é uma pausa para qualquer dieta. Mas vale a pena! Não há como não se deliciar com as legítimas massas, pizzas, pães italianos e muitas outras receitas que só se come na Itália. Sem falar nos vinhos maravilhosos! Portanto, preparamos aqui um guia saboroso de costumes e comidinhas da cozinha italiana, que são mais comuns em cada região. Mangia che ti fa bene!

Café da manhã

É uma refeição leve na Itália. Eles não comem nada pesado de manhã, como ovos ou bacon. Geralmente comem pouco, só um cornetto, uma espécie de croissant, também chamado de brioche. Para acompanhar, um café forte, tipo expresso ou capuccino. Capuccino, aliás, é algo para tomar pela manhã. Não tente pedi-lo à tarde. 

Como visitante, você vai reparar em pequenos lugares que eles chamam de “bar”. Mas não são apenas focados em bebidas alcoólicas. Esses bares na Itália abrem pela manhã, portanto, você pode considerá-los para a sua primeira refeição. 

Almoço e jantar

Comer na Itália pode acontecer em horários diferentes do que estamos acostumados. O almoço normalmente é de 12-14h, eles, o jantar é mais tarde. É quase impossível encontrar restaurantes abertos para jantar antes das 20h. Mas, o melhor é relaxar e aproveitar o aperitivo (a happy hour deles), como você vai ver mais à frente.

Outra coisa: o frescor dos ingredientes é altamente apreciado. Isso significa que eles mudam de acordo com a temporada. Os alimentos básicos que conhecemos como “comida italiana” no Brasil estão em quase toda parte, mas há variações regionais. A pizza, por exemplo, pode ser famosa em Nápoles, mas é mais fina e crocante em Roma –e come-se pizza no almoço. 

Um menu italiano normal tem várias seções, a conferir:

Antipasti – Saladas e antepastos

Primo – primeiros pratos, geralmente onde estão as massas.

Secondo – pratos com carne geralmente vêm nessa parte. 

Contorni – acompanhamentos  como batatas, por exemplo. 

Menu – a palavra ‘menu’ significa vários pratos juntos. É comum ter um menu a preço fechado. 

Pizzas – pizza é singular, pizzas é plural em italiano. Elas quase sempre têm sua própria seção, com uma longa lista de coberturas.  

Dolci – sobremesas, claro. Mas  Doces, eu sei sobremesa. Mas não se surpreenda ao ver as placas de queijo como um ítem nessa seção. 

Aperitivo

É uma instituição na Itália. Às vezes, acontece poucas horas antes do jantar, por volta das 18h às 20h, onde alguns restaurantes oferecem um petisco junto com sua bebida. Uma tigela de batatas fritas com um pequeno buffet, por exemplo, que chega a concorrer com uma refeição.  

Na cidade estudantil de Bolonha, especialmente, o Apertivo é uma obrigação. Além disso, nos buffets, pode ser considerado uma versão italiana de um pré-jantar, mas os estrangeiros às vezes querem comer uma refeição completa.

Comer e beber no mapa da Itália 

Bruschetta, calzone, ciabatta, risotto, pizza. São algumas comidinhas familiares para os brasileiros e que podem ser apreciadas em todo o país. Sem esquecer os bons vinhos italianos, como o Prosecco. Além disso, há algumas regiões, contudo, com suas especialidades. Confira o mapa:

Milão – Risotto

Entre as mil e uma receitas, a mais famosa é o Risotto Alla Milanese, com açafrão e parmesão. 

Nápolis – Pizza

A mais conhecida é a a marguerita, criada em 1889, em Nápolis, pelo chefe Taffaello Esposito durante a visita da rainha italiana Margherita de Savoia ao país. 

Bolonha – Tortellini

É um tipo de massa com ovos, prosciutto, mortadela, queijo parmesão e noz moscada.

Veneza – Carpaccio

O prato foi pedido por uma condessa, em Veneza, cujo médico havia receitado o consumo de carne crua. Assim, a carne foi cortada em lâminas e temperada com de sal, mostarda, pimenta, azeite e parmesão.

Umbria – Trufas

É um fungo comum em bosques das cidades de Spoleto e Nórcia. Pode ser saboreada crua ou também aquecida, ralada sobre pratos de massa.

Parma – Presunto de Parma

É a terra do presunto que tanto apreciamos por aqui, em entradas, saladas, sanduíches e pizzas. 

Roma – Gelato

Semelhante ao sorvete, mas com mais leite para produzir o creme. Em Roma, você encontra alguns dos melhores, mas o gelato está por toda a Itália. Cada gelateria oferece suas opções, contudo entre os sabores tradicionais estão o de limone (limão), stracciatella (espécie de flocos), cioccolato (chocolate) e fragola (morango). 

Quer mais inspiração de viagem? Quer saber dos eventos mais bacanas que acontecem pelo mundo? 
Siga nosso Instagram e Facebook!

Entre em Contato

Ligue para +55 11 3287 6886 ou deixe sua mensagem