Home » 20 dias na Ilha Sul da Nova Zelândia

20 dias na Ilha Sul da Nova Zelândia

Nova Zelândia | setembro 2016 |

Uma viagem na Nova Zelândia significa encontrar muitas atividades radicais e paisagens incríveis. Vou dividir o roteiro em partes pois há diversas recomendações em cada lugar desde restaurantes à aventuras.

Para introduzir o que virá nos próximos “capítulos”, já vou contar os lugares onde passei: Cristchurch, Franz Joseph, Queentown, Mount Cook, Lake Tekapo/Pukaki e Milford Sound. Todos localizados na ilha Sul, não visitei a ilha Norte pois nesse período do ano (Junho – Agosto) é inverno e costuma chover na Ilha Norte enquanto na Sul, neva.

 1ª PARADA CHRISTCHURCH  

Christchurch é considera uma das maiores cidades da Ilha Sul e acredito que seja também a mais afetada por terremotos porque fica no encontro entre duas placas tectônicas!! Então basicamente é uma cidade que está sendo reconstruída … Nossa hospedagem durou três dias e achamos suficiente! É importante ressaltar que, a maioria se não todas as cidades da Nova Zelândia encontra-se um centro de informação onde eles vendem passeios turísticos, normalmente é bom reservar um dia a mais caso surja alguma atividade não planejada!

O QUE VER: por ser uma cidade em reconstrução, após uma série de terremotos, sugiro primeiro de tudo fazer um City Tour, porque o guia te explica toda a história local e você entende melhor como é a cidade, o que facilita depois para você saber onde quer ir. Outro programa de visita é a capela chamada Cardboard, é uma visita rápida. Por fim, também tem um centro de Arte (Art Center) com uma exposição legal de visitar! A entrada é de graça  mas uma contribuição é bem vinda.

O QUE FAZER:

  • Ir ao Catenbury Museum, para conhecer melhor a história dos Maori (tribo da Nova Zelandia)
  • Ir ao cassino (precisa levar passaporte, outra documentação não é válida)
  • Ir passar um dia em Akaroa, é uma vila super charmosa mas super pequena, onde você chega para o almoço e depois embarca em um passeio para ver os arredores e possivelmente golfinhos e pinguins! O tempo de viagem de ônibus é 1:30 e a vista da estrada é linda, você não percebe o tempo passar
  • Ir na Gondola (o tempo estava fechado acabei não indo) mas dizem que dá para ter uma vista panorâmica linda lá de cima!

COMPRINHAS: O lugar para fazer comprinhas também é um lugar muito legal como visita, é o RE-start Mall, é um shopping feito de containers! Do lado do shopping você também encontra uma loja de departamento. Por mais que seja um passeio gostoso, não vá com expectativas de fazer grandes compras…

COMIDA: comida boa lá não falta! Sem contar os cafés que são todos maravilhosos e sempre oferecem umas opções saudáveis!

  • Café da manhã: Pepper Berry ou qualquer café na Victoria Street (é uma rua que tem a maior quantidade de cafés, bares e restaurantes)
  • Almoço: achei um pouco mais difícil as opções de almoço, geralmente parávamos em um café e pedíamos salada! O melhor restaurante que encontramos foi The Villas
  • Jantar: Venuti (culinária italiana), 50 Bistro no hotel The George

ESPORTE: Christchurch não é uma cidade com esportes radicais como o resto da Ilha então dá para fazer o de sempre: correr e pedalar. Correr no Botanic Garden localizado ao lado do museu onde também está localizado o centro de informações, onde é possível alugar passeios de bicicleta! Eles tem opções desde visita a vinhedos à montanhas. 

Endereços:

Pepper Berry Café & Florist
Endereço: 919 Colombo St, Christchurch Central, Christchurch 8013, Nova Zelândia
Telefone: +64 3-377 0443
The Villas
Endereço: 290 Montreal St, Canterbury 8013, Nova Zelândia
Telefone: +64 3-365 6066
Venuti
Endereço: 791 Colombo St, Christchurch 8011, Nova Zelândia
Telefone: +64 3-377 2454
50 Bistro
Endereço: 50 Park Terrace, Christchurch Central, Christchurch 8013, Nova Zelândia
Telefone: +64 3-371 0250

Entre em Contato

Ligue para +55 11 3287 6886 ou deixe sua mensagem