Home » Novas regras de visitação para Machu Picchu

Novas regras de visitação para Machu Picchu

Peru | fevereiro 2019 |

Ingressos com hora marcada, obrigatoriedade de guias e limite de 4 horas para visitação estão entre as novas regras de visitação a Machu Picchu. Um dos destinos mais desejados do Peru, a Cidade Perdida dos Incas, continua sendo uma bela escolha para quem busca história, beleza e aventura na América do Sul.

Confira as novidades e conte com os roteiros Original Miles:

A partir de 1o de janeiro de 2019, a atração número um do Peru ganhou novas regras para visitação. Machu Picchu (“Velha Montanha”, na língua indígena quéchua), ou “Cidade Perdida dos Incas” é um sítio pré-colombiano, a 2.350 metros de altitude. Além disso, o lugar povoa o imaginário de aventureiros e viajantes desde que a descoberta da cidadela inca foi anunciada pelo historiador americano Hiram Bingham, em 1911. A arquitetura de Machu Picchu, em degraus, envolta em um cenário vertiginoso de montanhas, ganhou status de maravilha do mundo. De tal forma que, é considerado Patrimônio Cultural da Humanidade.

Milhares de turistas de todas as partes do mundo desembarcam para conhecer a antiga cidade de pedra. Eles chegam de trem de Cusco (a 74 km) ou caminhando pela clássica Trilha Inca. Cercada de mistério a respeito de sua criação, Machu Picchu é um destino sempre desejado. No entanto, visitar a cidade inca exige uma boa dose de logística, organização e determinação.

Confira as novas regras de visitação para Machu Picchu e programe sua viagem com o Original Miles:

Ingressos com hora marcada São nove horários por dia. De hora em hora, das 6h às 14h. Atualmente, os ingressos podem ser comprados com seis meses de antecedência. Dessa forma, o acesso só é permitido a partir do horário marcado. Então, não adianta chegar antes.

Limite de 4 horas para visitação.

A partir de 2019, o visitante tem 4 horas para completar seu circuito. Para controle, o ingresso ganha um adesivo colorido na entrada. A cor indica o horário em que você deve sair do parque. Não há tanto problema quanto a isso porque o circuito mais longo (Circuito 1) tem duração estimada de 3 horas. O circuito 2, um pouco menos completo, leva 2 horas e meia. O circuito 3, indicado para quem tem dificuldade de locomoção, pois, leva 2 horas. Já para quem vai combinar a visita a cidadela com uma trilha na montanha, o tempo pode ser esticado, como contamos a seguir.

Novo horário pra trilhas nas montanhas

É permitido combinar a visita à cidadela de Machu Picchu com duas trilhas a montanhas dentro do território do sítio arqueológico. Desde que se faça apenas uma trilha a cada visita). Existem três horários para iniciar a trilha da Montanha Huayna Picchu, além de dois horários para iniciar a trilha da Montanha Machu Picchu. Antigamente era possível retornar duas vezes ao sítio no mesmo dia. Mas, agora, quando você termina o circuito, tem que sair do parque. Para voltar, terá que ter um outro ingresso, válido para entrada naquele horário. Guias são obrigatórios As regras estabelecem, desde 2017, que não é permitido entrar no parque sem um guia. Na prática, porém, muitos turistas davam um jeitinho e entravam. Pois em 2019 a proibição foi reforçada. Especialmente em uma primeira visita. Contudo, caso você compre um segundo ingresso na mesma viagem, mostrando o segundo ingresso, pode conseguir entrar sem guia.

De qualquer maneira, é fácil contratar um guia em Machu Picchu. Eles ficam posicionados junto à porta de entrada. Todavia, quem viaja sozinho tem a oportunidade de se encaixar em um grupo.

Viajando com o Original Miles, contudo, nossos roteiros incluem a contratação dos melhores e experientes guias, para que você se preocupe apenas em desfrutar do destino.

Quer mais inspiração de viagem? Quer saber dos eventos mais bacanas que acontecem pelo mundo? 
Siga nosso Instagram e Facebook!

Entre em Contato

Ligue para +55 11 3287 6886 ou deixe sua mensagem