Home » Hotel Toriba – Luxo alpino nas quatro estações

Hotel Toriba – Luxo alpino nas quatro estações

Brasil | outubro 2018 |
Semana Toriba Corpo & Mente

Clima de montanha, massagem, fondue, vinho e boa música, são algumas delícias de um fim de semana perfeito no Hotel Toriba, pertinho de São Paulo

“Árvores são poemas que a terra escreve para o céu”. Lembro da frase do poeta libanês Khalil Gibran ao olhar para cima, diante da imensidão das araucárias que emolduram o Hotel Toriba, em Campos do Jordão. O dia é azul celeste. É primavera e não há quem fique imune ao paisagismo da propriedade, que soma 2 milhões de metros quadrados de mata nativa, incluindo trilhas pontuadas por riachos, pontes suspensas e bosques floridos. Enquanto azaléias, orquídeas, bromélias e amores-perfeitos criam um cenário multicolorido nos jardins, margaridas miúdas se confundem com o gramado, formando um tapete poético.

Caminhar pelas alamedas do hotel é o melhor a fazer ao chegar, para reconhecer os caminhos e começar a se encantar com todas as experiências que o Toriba oferece. Clima de montanha, lareira, fondue, vinho, boa música, são algumas delícias possíveis, a cerca de duas horas de São Paulo.

Foi o primeiro hotel de Campos, inaugurado nos anos 40 – neste ano comemoram 75 anos de tradição – e é surpreendente como tudo parece tinindo de novo. Os Alpes suíços inspiraram a arquitetura do hotel, recentemente adquirido pelo empresário e arquiteto Aref Farkouh, que costuma circular pela propriedade, atento aos detalhes. Tanto as suítes como os chalés, ideais para famílias, são super modernos e contam com todos os confortos tecnológicos, sem perder o estilo original. O mais novo chalé, o Castanheira, todo em madeira, vidro, ferro e pedra, tem três suítes e é assinado por Farkouh.

A programação musical do Toriba é um diferencial. O hotel possui dois pianos, um deles de meia cauda, na sala da lareira, onde acontecem concerto e recitais de ópera ao cair da noite. É um bom esquenta, literalmente, para o jantar, em dois restaurantes a escolher. No principal, o Pennacchi, sabor, frescor e estética se fundem em pratos como o carré de cordeiro com purê de mandioquinha. Na extensa carta de vinhos, entre tantas safras e rótulos raros, uma boa escolha é o argentino Catena, malbec. Mágico.

Para um jantar mais intimista, reserve uma mesa no Toribinha, o restaurante de fondue, instalado em uma antiga casa de bonecas, onde comer bem não é brincadeira. Eleito várias vezes por revistas especializadas como o melhor fondue das montanhas e o melhor ambiente para ir a dois na região, tem vários tipos de fondue, de cogumelos a chocolate. O de queijo, clássico, estava mesmo divino.

Durante o dia, a ampla área da piscina é o ponto de encontro. No frio, a água é aquecida, para todo mundo ser feliz. Toriba, aliás, é uma palavra em tupi-guarani que quer dizer algo como “alegria, paz, felicidade”. Lembrando que, para quem vai com crianças, a infraestrutura é incrível: tem o Toriba Kids, a fazendinha, e uma casa na árvore com um escorregador que nem os adultos resistem.

Fiquei imaginando que, no alto verão, deve ser gostoso curtir o clima fresquinho do lugar, a 1600 metros de altitude. Anexo a piscina, há ainda o spa L’Occitane, onde você pode se entregar a uma massagem relaxante com óleos essenciais e sair flutuando.

Difícil é voltar para São Paulo. Mas, indo ou vindo, na estrada, você tem uma parada deliciosa para animar a chegada ou amenizar a partida. O Mercado da Serra, a 30km de Campos (na estrada que liga a cidade a Taubaté), é um misto de café e loja de decoração, que merece uma pausa. Não deixe de experimentar a empada de truta defumada, especialidade da casa, e curtir a simpatia do casal proprietário, Irene e Marcel. Depois, é pegar a estrada, com a energia renovada, já sonhando em voltar para uma nova escapada alpina no Toriba.

Toriba Hotel
+55 12 3668-5000
contato@toriba.com.br
http://www.toriba.com.br

 

Entre em Contato

Ligue para +55 11 3287 6886 ou deixe sua mensagem