Home » Guia prático: o que fazer / não fazer na casa de um coreano

Guia prático: o que fazer / não fazer na casa de um coreano

Coreia | maio 2016 |

Lembro que quando eu era pequena, tinha receio de convidar meus amiguinhos (não coreanos) em casa. Primeiro porque tinha vergonha que eles achassem nossos costumes estranhos. Segundo, porque tinha medo que eles “não se comportassem” e nós – sim, eu e meus convidados – levássemos uma bronca no final do dia (hahaha).

Agora mais velha, sou (muito) mais sociável e todos são sempre bem-vindos em casa. Mas de vez em quando escuto de alguma amiga que vem pela primeira vez, “Mas Cá, preciso levar algo? Precisa tirar os sapatos? Chego que horas? E se eu der um atrasadinha, tudo bem?”.

Obviamente cada situação é diferente – se a família é mais tradicional, se você foi convidado para fazer uma refeição ou se moram pessoas mais velhas (pais e avós) na casa do anfitrião. Como exemplo, vamos criar um cenário básico: você indo jantar na casa de um coreano e os pais do convidado estarem presentes.

            Para facilitar a explicação criei um Guia de Etiqueta Coreano, com 5 passos: PREPARATIVOS -> SAUDAÇÕES -> REFEIÇÃO -> PÓS REFEIÇÃO -> INDO EMBORA

  1. PREPARATIVOS

HORÁRIO: definitivamente não chegue atrasada(o)!

CALÇADOS: você terá que tirar os sapatos.

Então certifique-se de ir com uma meia apresentável (hahaha<3).

Caso você esteja de sandália leve na bolsa uma meia para calçar lá.

*obs: a maioria das pessoas tem alguns chinelinhos que você pode usar dentro de casa. Mas mesmo assim as meias são recomendadas! Dai você usa a combinação meia + chinelinho que irão te oferecer.

ROUPA ADEQUADA: os orientais em geral são mais recatados.

Então vá com uma roupa mais básica, evitando:

*meninas: regatas decotadas, saias curtas, calças jeans muito rasgadas.

*meninos: regatas, shorts e chinelos (Não precisa ser sapato, vá de tênis)

*tatuagens: Além disso, tatuagens ainda não são abertamente aceitas em algumas famílias. Caso você consiga evitar que a tatuagem apareça, é melhor!

PRESENTE:  um presentinho é sempre visto com bons olhos!

Uma sugestão que não tem erro é algo para comer, pode ser inclusive algo que componha a “mesa de sobremesa”. Ou seja, frutas (levar uma caixa da fruta da estação), doces (tortinhas, bolos) ou até mesmo um pote de sorvete!

*obs: o número 4 é considerado um número de azar pelos coreanos mais tradicionais. Então evite levar algo presentes nessa quantia (Exemplo: 4 flores). 

LINGUAGEM CORPORAL: evite a qualquer custo:

– apontar para as pessoas/coisas

– chacoalhar a perna

– cruzar as pernas (tanto homens como mulheres – o ideal é sentar encostando os dois pés no chão e mãos sobre a coxa/joelhos)

ASSUNTOS ABORDADOS: se prepare para lidar com perguntas indiscretas e evite assuntos polêmicos.

Tente não se assustar com algumas perguntas BEM diretas que podem ser feitas pelos mais velhos, como a sua idade, se tem namorada(o), quanto ganha no trabalho. A dica é, por mais indignada(o) que você fique, dê uma risadinha e fale em tom de brincadeira, “é segredo”, e logo mude de assunto.

Nada de falar sobre a segunda-guerra mundial (japoneses) e sobre a Coreia do norte. Cada família reage de uma forma, mas tenho a teoria que sempre é melhor evitar desconfortos e conflitos.

  1. SAUDAÇÕES

CUMPRIMENTO: reverência oriental, nada de beijos e abraços!

Ao chegar na casa, incline-se para a frente (curvar-se) para cumprimentar alguém. Se saudação for para uma pessoa mais velha, você deve ser o primeiro a se inclinar. Os braços podem ficar ao lado do corpo, ou de uma forma ainda mais educada você pode colocar suas mãos na altura da barriga ao inclinar-se.

Caso a pessoa também queira dar um aperto de mãos, normalmente apenas entre homens, cumprimente com as duas mãos. E ao mesmo tempo que você apertar as mãos, curve um pouco sua cabeça para frente.

*obs: Sabia que esse ato de inclinar para frente não é apenas usado como forma de saudação?! Ele também é usado em situação de agradecimento, pedido de desculpas entre outros.

  1. REFEIÇÃO

BOAS MANEIRAS: se ofereça para ajudar e não se esqueça da “regra das duas mãos”.

Ofereça-se para trazer os pratos ou colocar os copos na mesa, seja sempre solicito! Além disso, sempre que for receber algo ou entregar algo para alguém entregue o objeto sempre segurando/recebendo com as duas mãos.

*Obs:  o ato de entregar/dar coisas com as duas mãos simboliza uma forma de respeito.

LUGAR NA MESA: não se sente até que te indiquem onde você deve se sentar.

Normalmente já existe uma dinâmica na casa aonde todos se sentam (exemplo, o “chefe da casa”, na ponta da mesa).

O “MAIS VELHO”: a prioridade é sempre do mais velho.

Ele é sempre servido primeiro e também é o primeiro a começar a comer (não comece antes dele). Além disso, mesmo que você tenha acabado de comer, você não deve sair até que ele se retire da mesa.

TALHERES:

Provavelmente na mesa só terá a opção colher + pauzinho. Caso você tenha dificuldade em comer com os pauzinhos, não há problemas em pedir uma um garfo e faca!

*Importante:

–     Não use os pauzinhos para apontar para algo ou alguém

–     Não tente pegar sua comida furando sua comida com os pauzinhos

–     Não espete os pauzinhos no arroz (na cultura coreana essa ação significa morte).

PRATOS/COMIDA:  dicas valiosas:

–     Não levante o prato para comer. Ao contrário dos chineses, por exemplo, não se pode levantar a cumbuca de arroz até a boca;

–     Não faça barulho ao comer (por mais que muitos coreanos façam – é “aceitável” que os mais velhos da casa façam;

–     Não pegue a comida com as mãos;

–     Experimente um pouco de tudo. Não há problemas em perguntar o que são as coisas caso não saiba;

–     Coma toda a comida que está no seu prato;

–     Não critique a comida – vamos evitar o desconforto mais uma vez;

–     Os mais velhos podem colocar comida no seu prato, incentivando que você coma mais. Talvez seja considerado rude recusar a primeira vez que alguém coloque comida extra no seu prato, mas na segunda já é aceitável recusar – com aquele sorriso simpático – dizendo que está satisfeito;

–     Tente não estranhar que sopas são dividas por diversas pessoas na mesa. Ao invés de cada um ter uma cumbuca com a sopa, todos dividem uma mesma no centro da mesa.

BEBIDA ALCOÓLICA:

–     Caso seja oferecido bebida alcoólica é preferível que você não recuse. (Se você tem algum problema sério como alergia, etc, é aceitável que você recuse);

–     Na hora que a pessoa (provavelmente o mais velho) for colocar a bebida, levante seu copo com as duas mãos. De forma nenhuma, deixe o copo na mesa enquanto a pessoa coloca no seu copo, isso é uma forma extremamente mal educada;

–     Os coreanos não costumam servir seus próprios copos com bebidas.  Após o mais velho servir o mais novos, o ideal é que alguém pegue a bebida e o sirva. Se você ver que ninguém irá servi-lo, será bem visto se você se oferecer. Você pode até levantar da mesa e com as duas mãos servir a bebida no copo do mais velho;

–     “Tim tim”: além de fazer tim tim segurando o copo com as duas mãos, ao bater seu copo com o do mais velho, seu copo deverá estar mais baixo;

–     Na hora de beber, não beba antes do mais velho e quando for, de um gole discreto e não beba olhando diretamente os mais velhos da mesa. Incline um pouco para o lado e beba. Em casos mais tradicionais, você também pode cobrir o copo com a outra mão.

  1. PÓS REFEIÇÃO

BONS MODOS: Se ofereça para levar os pratos e os restantes da comida para a cozinha. Além disso, caso já comecem a lavar a louça também se disponibilize para isso. 

SOBREMESA: Sim, sempre tem sobremesa.

Ajude no que puder, como trazer os pratinhos e talheres, cortar as frutas, entregar as pratos com as sobremesas para os mais velhos.

*Obs: principalmente se você é mulher, isso é visto com bons olhos. 

  1. INDO EMBORA

“MARMITINHA”: Se durante o jantar você mencionou que alguma comida estava deliciosa, existe a possibilidade de prepararem uma marmitinha dessa comida para você levar. Não precisa ficar sem graça em aceitar.

CUMPRIMENTO: Ao ir embora, mais uma vez curve-se para se despedir.

Vale mencionar também como a noite foi agradável e a comida estava gostosa.

Por fim, convide as pessoas que te recepcionaram para um jantar agora feito ou pago por você.

Espero que esse guia prático possam ajudá-los!

Mas, por favor, leve em consideração que a formalidade e todas essas regras depende muito de família para família.

No caso de famílias coreanas que reside no Brasil, por exemplo, muitos desses pontos são muito mais flexíveis!

 

Veja mais curiosidades sobre a Coreia aqui e aqui.

Entre em Contato

Ligue para +55 11 3287 6886 ou deixe sua mensagem