Home » Paulinha Drumond conta sobre a sua viagem à África do Sul

Paulinha Drumond conta sobre a sua viagem à África do Sul

África | março 2015 |

Entrevista com Paulinha Drumond – Destino: África do Sul

Entrevista com Paulinha Drumond - Destino: África do Sul - Original Miles 4

Paulinha Drumond conta sobre a sua viagem à África do Sul

África | março 2015 |

Entrevista com Paulinha Drumond – Destino: África do Sul

Paulinha Drumond é advogada, tem 25 anos e, em Maio de 2014, fez o que muitos de seus amigos achariam um “desperdício do tempo das férias”: viajou para África do Sul com seus pais e namorado e voltou de lá convencida de que foi uma das melhores viagens de sua vida. Confira a entrevista com as dicas e curiosidades sobre a sua viagem em família para a África!

Original Miles: Para começar, queremos saber como foi a sua viagem para a África?

Paulinha Drumond: Foi a melhor surpresa do mundo! Fomos todos pensando em conhecer um lugar novo, mas sem grandes expectativas e acabou sendo uma das viagens mais incríveis que já fizemos! O país é organizado, as ruas são limpas, as pessoas são educadíssimas, fomos muito bem recebidos!

O.M: Onde se hospedou? Recomenda o hotel? O que mais gostou nele?

P.D: Em Cape Town, que foi a primeira parada, nos hospedamos no Cape Town One and Only, e foi ótimo, é super bem localizado, dá pra ir andando para o Porto (onde é mais gostoso andar, ficam as lojas, etc…), o SPA do hotel é incrível, além de ser o hotel onde fica o Nobu (um dos meus restaurantes preferidos).

Em Kruger Park (que fica mais ou menos a 2 horas de vôo de Cape Town) ficamos no Singita Lebombo, que sem dúvidas foi um dos melhores hotéis que já fiquei. Lugar lindo, serviço impecável (os funcionários do hotel são tão incríveis e nos trataram tão bem, que saí de lá querendo levar eles comigo), o quarto é um bangalô mega cool no meio da selva (depois das 6 da tarde para andar pelo hotel tem que ligar pra recepção e pedir pra alguém te acompanhar caso apareça algum animal), tem um chuveiro a céu aberto, e a noite eles montam uma cama na varanda (claro que ninguém dorme lá, mas é super gostoso ficar vendo as estrelas um pouquinho antes de dormir).

O único ponto fraco é a comida, mas pesquisei bastante antes de ir e parece ser uma característica comum nos hotéis de safári na África. Em Johannesburgo ficamos no The Saxon, que foi nosso maior arrependimento na viagem, por termos ficado tão pouco! O hotel fica numa área residencial de Johannesburgo que só tem casas lindas, é tão bonito que não dá vontade de sair pra lugar nenhum, só ficar curtindo a piscina e almoçando e jantando nos restaurantes de lá, que também são ótimos!

O.M: É a primeira vez que vai para lá? Se sim, qual a primeira impressão? Se não, o que te fez escolher o destino novamente?

Foi a primeira vez, e amamos tanto que já estamos planejando o próximo safári, dessa vez na Tanzânia e depois Ilhas Maurício.

P.D: Sempre tem aquele momento inesquecível na viagem. Qual foi o seu?

Todos os safáris pra mim foram inesquecíveis, nunca esperei que fosse acordar às 5 da manhã com tanto prazer!

O.M: Um programa absolutamente imperdível?

P.D: Passear pelas vinícolas em Stellenbosch e Franschoek, degustamos (e compramos) excelentes vinhos, além de que as vinícolas são lindas! Almoçamos no restaurante de uma vinícola em Stellenbosch que chama Delaire Graff (ela é do dono da Graff, de diamantes), e este foi um dos melhores restaurantes que fomos por lá também. É um passeio muito gostoso!

O.M: Restaurantes: queremos saber todos e os melhores pratos para ninguém cair em roubada!

P.D: Ir ao The Test Kitchen! Ele foi escolhido o melhor restaurante da África do Sul e está entre um dos 50 melhores do mundo. TUDO que pedimos lá estava maravilhoso, desde as entradas até a sobremesa! O restaurante faz bem o tipo descolado, eu amei! O difícil é conseguir reservar, tem que ser feito com meses de antecedência.

O.M: E por fim, o que diria aos leitores do Original Miles que estão pensando em ir para lá?

P.D: Muita gente tem um certo preconceito, vários amigos falam ‘’Ah, eu tiro férias uma vez por ano, não queria desperdiçar indo para África”, mas de todas as viagens que já fiz essa sem dúvidas foi uma daquelas que eu gostei mais, que mais descansei e curti! Só fui em lugares incríveis, hotéis maravilhosos e fiquei encantada com a educação das pessoas! Vale a pena conhecer!