Home » Gabriela Pugliesi em Beaver Creek

Gabriela Pugliesi em Beaver Creek

Estados Unidos | março 2014 |

Em entrevista Gabriela Pugliesi conta da sua experiência em Beaver Creek.

Gabriela Pugliesi em Beaver Creek

Estados Unidos | março 2014 |

Em entrevista Gabriela Pugliesi conta da sua experiência em Beaver Creek.

A estação de Beaver Creek, no Colorado, foi o destino escolhido por Gabriela Pugliesi para passar as férias de inverno. Super atleta e snowboarder, Gabriela aproveitou dias de sol e muita neve fresca e se encantou com a beleza natural e com a sofisticação dos hotéis e restaurantes, sem contar o charme que é a cidade. Nós batemos um papo com a Gabi para saber as suas dicas de Beaver Creek, confira!

Original Miles: Gabi, conta pra gente como foram os seus dias lá em Beaver Creek…

Gabriela Pugliesi: Maravilhosos! Fiquei encantada com a estação… Tanto que quando fomos para Vail Mountain, em um dos dias voltamos para Beaver para esquiar!

O.M.: E as pistas e meios de elevação?

G.P.: É tudo perfeito. Mais de 70% das pistas são vermelhas e azuis, então é bem tranquilo de andar. É bem vazia e os lifts são muito eficientes. A infraestrutura é surreal. Mas o que mais me surpreendeu foi a educação e a alegria dos funcionários que ficam na montanha. Todo mundo que passa por lá comenta isso!

 O.M.: Nada como uma piscina aquecida depois de um longo dia de snow, né? Como é a do Hotel The Ritz-Carlton Bachelor Gulch?

G.P.: Nossa, nem sei dizer. Melhor hotel que já fiquei na vida! É até engraçado eu falando o tanto que amei lá, (risos)

 O.M.: Dizem que o SPA do Hotel The Ritz-Carlton Bachelor Gulch também é fantástico…

 G.P.: De novo, nunca vi nada igual. Pedi permissão para o meu marido poder entrar na ala feminina só pra ver de tão chocada que fiquei. Sem contar que fiz uma massagem incrível, sem dúvidas a melhor que já recebi!

O.M.: Estamos curiosas para saber como foi o jantar no Zach’s Cabin, um restaurante no meio da montanha que você chega de trenó!

G.P.: Ah, é uma experiência única! E na noite que fomos, estava nevando então foi bem divertido! Vale super a pena! Fora que a comida é maravilhosa…

O.M.: E como resistir a tanta tentação? Dá para seguir uma dieta balanceada mesmo fora de casa?

G.P.: Ah, dá sim, mesmo porque no hotel tinha umas opções de café da manhã muito boas: uma seleção de frutas vermelhas, iogurte caseiro, vários grãos, pão integral feito lá mesmo… Juro, eu estava no céu! (risos)  E também esquiava o dia todo, então sair um pouco da dieta não fazia tanto estrago! Vale a pena!

O.M.: O melhor prato?

G.P: Eu amo massa! Comi massas deliciosas lá. Não dá nem para descrever, só experimentando para entender!

O.M.: O que você diria àqueles que ainda estão em dúvida de onde ir esquiar?

G.P.: Diria para irem para Beaver! Porque é muito bom para aprender, a infraestrutura é perfeita, as pistas não lotam e é um lugar mágico! Não tem como sair de lá sem amar esquiar!