GO UP

Romance no coração da Provence

No alto de uma colina, cercada por vinhedos, Domaine de la Verrière é um dos lugares mais românticos da Provence. A propriedade, que abrigou um convento medieval, foi restaurada e se transformou em uma vinícola boutique, onde se produz o vinho biodinâmico Chêne Bleu. O casarão principal é uma pousada de sete quartos, com uma poética piscina de borda infinita – cenário mais que perfeito para um aperitivo nos dias e noites quentes do verão da Provence.

Domaine de la Verriere3

Mesmo para quem não está hospedado ali, La Verrière oferece escapadelas apaixonantes para os amantes do vinho e da natureza. Pic-nics, jantarzinhos românticos à beira do lago, aulas de culinária e degustações de vinhos são algumas tentações do menu de pequenos eventos. Os vinhos biodinâmicos vão além do processo orgânico, porque levam em conta as fases da lua para colher e plantar e não usam nada de artificial no tratamento do solo.

Domaine de la Verriere2

Os casamentos que acontecem na propriedade são tão charmosos que, só de olhar as fotografias, dá vontade de casar. Quem sabe um dia?… Por enquanto, me contentei com algo mais simples, mas não menos encantador: sentar à sombra, em ótima companhia, curtindo o visual do vale, bebericando uma taça do rosé Chêne Bleu, cultivado ali e servido também na Ópera de Paris. Uma daquelas experiências sensoriais que torna certos lugares tão especiais, que dá vontade de guardar em segredo. Eu não resisti e contei aqui, mas fica entre nós, ok?

Vá lá: Domaine de la Verriere fica ao lado do vilarejo Crestet, há cerca de uma hora e meia (de carro) de Avignon.

Uma caçadora de histórias e maravilhas. Jornalista, escritora, cantora, viajante, cozinheira , aprendiz de dança, sempre em busca da próxima descoberta que desperte os cinco sentidos: o sabor de um novo prato, drink ou vinho (paladar), uma massagem, mergulho ou algo assim relaxante (tato), uma terapia com óleos aromáticos, chás com especiarias ou aquele perfume inédito (olfato), o pôr do sol visto de um rooftop ou as vistas mais incríveis para o mar e as montanhas (visão), e ainda um concerto, show, som ou simplesmente o barulho das ondas, do vento ou dos pássaros (audição). Rosane Queiroz foi editora da revista Marie Claire e da revista de bordo da GOL. Escreve sobre comportamento, gastronomia, sustentabilidade, viagem e lifestyle em publicações como Viagem e Turismo, Vida Simples, Folha de São Paulo, entre outras, além de atuar em produção de conteúdo de texto para livros. É autora de "Musas e Músicas –A mulher por trás da canção" (ed. Tinta Negra), livro reportagem em que conta quem são as musas inspiradoras de canções da MPB com nomes femininos. Na coluna Os Cinco Sentidos, compartilha experiências colhidas em suas andanças e viagens, com os cinco sentidos bem abertos. Mantém o Instagram @oscincosentidos.