Home » Courchevel em 48 horas

Courchevel em 48 horas

França | janeiro 2019 |
48-horas-em-courchevel

A charmosa Courchevel fica na maior área esquiável interligada do mundo e é a estação com a maior concentração de restaurantes com estrelas Michelin. Sem falar nos badalados Aprés-Ski! Para não se perder entre tantas opções, confira nosso guia de 48 horas em Courchevel.

Para não perder suas preciosas 48 horas em Courchevel, é bom já ir sabendo algumas coisas básicas: é a estação de esqui mais luxuosa e badalada da França e fica na maior área esquiável interligada do planeta, que inclui também Val Thorens e Méribel. Vale lembrar que além de esquiar, comer bem em Courchevel é muito fácil – e um dos principais programas no vilarejo!

Isso porque a estação reúne 10 restaurantes com estrela Michelin, para os que gostam de constelações no menu. Além disso, conta com diversas outras opções de restaurantes menores e charmosos para degustar um bom fondue. Divirta-se com nosso roteiro: Courchevel em 48 horas!

Dia 1

Manhã

Depois de fazer check-in no Hotel La Sivolière, você vai precisar se localizar no espaço. Para isso, saiba que Courchevel se divide em vilas, pelos níveis de altitude em metros: Courchevel 1100, Courchevel 1300, Courchevel 1550, Courchevel 1650 e Courchevel 1850.

A vila de Courchevel 1850 fica, portanto, no topo e é a mais turística e luxuosa. Nossa sugestão de primeiro programa a fazer nessas 48 horas em Courchevel é dar uma volta pelo seu centrinho lotado de grifes, como Chanel, Louis Vuitton, Hermés, entre outras para reconhecer o terreno e entrar no clima do vilarejo. 

Tarde

Depois de bater pernas pelo centrinho, sugerimos um almoço no pequeno e aconchegante restaurante La Saulire, em Courchevel 1850, no melhor estilo alpino.

Ele se tornou um dos nossos favoritos, com sua culinária típica francesa, que traz a cozinha regional savoyarde.

Não faltam lugares badalados para Après-Skidas 16h30 às 18h30 siga para o Le Tremplin. É hora de se reunir com o pessoal para jogar conversar fora, contar como foi o dia e combinar qual vai ser o programa da noitada.

Noite

Que tal fechar o primeiro dia com um jantarzinho estrelado? Uma das nossas principais escolhas é o Le 1947, no Cheval Blanc, o primeiro três estrelas Michelin da cidade. Ele foi o único alçado a este patamar em toda a França no ano de 2017. Outros dois restaurantes receberam duas estrelas: o Le Kintessence, no Hotel Le K2 Palace e o Le Montgomerie, no Le K2 Altitude.

Dia 2

Manhã

Partiu esqui! Em seus mais de 600 km de pistas de diversos níveis, é possível esquiar o dia inteiro, sem nunca repetir o trajeto. Muitos hotéis oferecem acesso ski-in/ski-out, os meios de elevação são de última tecnologia e a neve é de alta qualidade.

Além de tudo, instrutores estão à disposição para garantir uma experiência segura e inesquecível. Basta adquirir o ski pass e deslizar. O que nós amamos: como são muitas pistas, é raro pegar um lift com fila. Veja aqui mais detalhes das pistas de Courchevel.

Tarde

Agora que tal unir uma vista deslumbrante à boa gastronomia? O lugar é o Cave des Creux, 2.112 metros acima do nível do mar, localizado na área de esqui de Courchevel 1850. Dessa forma, a alta altitude do restaurante proporciona uma visão única do Mont Blanc e do vale de Courchevel.

Se você estiver a procura de um Aprés-Ski animado, siga para alguma dessas duas opções (ainda na pista): La Folie Douce Méribel e o La Folie Douce Val Thorens. Ambas tem o mesmo estilo, mas ficam em lados opostos da montanha.

Noite

Não vá embora sem provar o famoso vitelo ao molho de champignon do Chalet-Hôtel de l’Adray-Télébar, que é uma delícia! Acredite se quiser, mas o vitelo derrete na boca! Para acompanhar, uma panaché (mistura de chopp com um pouco de Sprite) é uma boa, ou então uma taça de vinho tinto.

48-horas-em-courchevel
Chalet-Hôtel de L’Adray-Télébar

É bom saber que o restaurante do hotel abre para almoço e jantar, e tem mesas ao ar livre (recomendamos fazer reserva).

Courchevel em 48 horas – know before you go:

Onde ficar em Courchevel

Os hotéis acompanham a sofisticação, principalmente em Courchevel 1850. O La Sivolière, com apenas 20 quartos, é uma hospedagem para quem quer exclusividade. O hotel foi renovado recentemente, com uma decoração aveludada, muita madeira e pedra. 

Courchevel 1650 é o lugar mais procurado para quem viaja com low budget, pois oferece hospedagem e restaurantes a preços mais acessíveis. 

Como chegar em Courchevel

Existem trens que partem de Paris e Lyon rumo à pequena Moûtiers, aos pés da montanha. Dali, basta pegar um carro para subir até Courchevel. Quem preferir fazer o caminho pela Suíça, pode alugar um carro em Genebra e seguir pela autopista por cerca de 2 horas.

Saiba mais no nosso Guia Completo de Courchevel, com diversas opções de hotéis, restaurantes e detalhes sobre as pistas. Porque, afinal de contas, 48 horas em Courchevel não vão ser suficientes… você não vai mais querer ir embora!

Quer mais inspiração de viagem? Quer saber dos eventos mais bacanas que acontecem pelo mundo? Siga nosso Instagram e Facebook!

Entre em Contato

Ligue para +55 11 3287 6886 ou deixe sua mensagem