Home » Comidas Exóticas na Coreia do Sul                                                 

Comidas Exóticas na Coreia do Sul                                                 

Coreia | junho 2016 |

Quando pensamos em comidas exóticas / estranhas logo vem em mente comidas da Ásia (especificamente da China). Mas a Coreia não está muito longe disso. Algumas comidas são bem diferentes do que estamos acostumados no Brasil.

Para facilitar, resolvi dividir este post em partes. O primeiro com pratos que são estranhos, mas de certa forma até similares com algumas comidas que já conhecemos. Já os próximos, com comidas bem excêntricas/incomuns para o nosso paladar.

MUL-NAENGMYEON (sopa de macarrão gelado) 

comidas exoticas-2

Descrição: Sopa gelada (às vezes com pedrinhas de gelo feitas com o próprio caldo) de macarrão marrom. A sopa é acompanhada por fatias finas de carne de vaca, pepino, ovo cozido e nabo (às vezes, também pera coreana).

O que (realmente) é: Macarrão feito com trigo sarraceno (também conhecido como trigo mourisco) e amido, servido em um caldo de carne de vaca.

* o macarrão japonês soba também é feito com esse trigo

* não contém glúten

Como se come:  O prato basicamente vem pronto. Você só precisa “temperar” (adicionar) um pouco de vinagre e uma pasta feita de mostarda, misturar e pronto!

Quando se come: No verão, pois é um prato considerando refrescante! Ele também é um ótimo acompanhamento para quando você come carne (churrasquinho coreano).

Variante: Existe diversas variações. Mais a mais comum é o bibim-naengmyun. Praticamente leva os mesmos ingredientes, mas não tem caldo. No lugar dele vem uma pasta ardida, gochujang.

comidas exoticas-4

JOKBAL (pé de porco)

comidas exoticas-5

Descrição: Fatias de carne (pé) de porco (às vezes um pedação de osso é servido junto).

O que (realmente) é: Pedaços de pé de porco cozidos (à vapor ou diretamente na panela) com molho de soja (shoyu) e outras especiarias como alho e gengibre.

*É considerado como um prato que trás benefícios à pele pois tem gelatina derivada do colágeno.

Como se come: Em “trouxinhas” (ssam) de alface.

Esse prato é servido em grandes porções para serem divididos.

Vem acompanhado geralmente de alface, kimchi, nabo, um molho de mini camarões fermentados e ssamjang –  uma pasta grossa com gosto levemente adocicado, salgado e ardido ao mesmo tempo. Feito predominantemente de doenjan, pasta de soja fermentada, parecido com o missô japonês.

Quando se come: O prato é conhecido como um anju (comidas que vão bem com álcool) com esse prato são ideais: soju, cerveja ou makgeoli – bebida branca, feita de arroz. Também é considerado um bom yasik (comidas do fim da noite, quase um lanchinho da madrugada).

Variações: Existem algumas variações. As mais famosas são:

buljokbal, literalmente “fire jokbal”, ou seja uma versão bem apimentada

– ao estilo da cidade de Busan, naengchae jokbal, é servido em fatias e na versão gelada com alguns vegetais/legumes como cenoura e pepino.

comidas exoticas-6

GANJANG GEJANG (caranguejo cru)

comidas exoticas-1

Descrição: Caranguejos crus ao molho de soja.

O que (realmente) é:  Caranguejos marinados em molho de soja.

Como se come: Literalmente morda as patinhas e “sugue” todo o líquido e carne.

Além disso é um prato famoso por se comer com arroz. Principalmente misturando um pouco no topo da casca (foto)!

comidas exoticas-7

Quando se come: O gaejang pode ser em si um prato principal, mas tem as versões de mini caranguejos também que servem de acompanhamentos/entradas, bantchan.

Variações: Existe a versão apimentada – molho a base de pimenta,  yangnyeon gejang. 

comidas exoticas-3

DAKBAL (pé de galinha)

comidas exoticas-8

Descrição:  Pé de galinha

O que (realmente) é: Pés de galinha temperados com um molho bem ardido.

Como se come: Alguns restaurantes te dão luvinhas descartáveis para comer com a mão! É muito mais fácil considerando o pouco de carne que tem nos pés.

Sendo sincera, normalmente vejo as pessoas começando a comer super tímidas pedacinho por pedacinho. No final desistem e já enfiam logo o pé inteiro na boca!

*pode ser servido com ossos ou sem ossos

*dependendo do restaurante você pode escolher entre a porção já vir pronta ou você mesmo cozinhá-la na mesa.

*por ser bem ardido, é normal que se peça alguma bebida de fruta com leite (o leite ajuda a aliviar o ardor). É quase um suquinho de fruta com leite, um iogurte menos denso.

Quando se come: Basicamente como um anju – acompanhamento para bebida alcóolicas.

SUNDAE/SOONDAE (linguiça de sangue)

comidas exoticas-9

Descrição: Linguiça de sangue, com a aparência similar à morcilla (linguiça preta argentina).

O que (realmente) é: Linguiça cozida ou à vapor (de intestino de vaca ou porco) recheada predominantemente com: sangue de porco, arroz e dangmyeon – um macarrão transparente feito de amido.  

Como se come: O sundae já vem cortado em rodelazinhas, igualzinho à linguiça cortada.

Você pode comer mergulhando no molho do teeokbokki ou adicionando um pouco de sal.  

*tteokbokki – massa de arroz com um molho apimetado, adocicado feito de gochujang.

Quando se come: Literalmente em qualquer horário. Pode ser de entrada para uma refeição, um lanchinho (pois é vendido em diversas barraquinhas na rua) ou até mesmo como um lanchinho na madrugada.

Variações: Você também encontra outros recheios como kimtchi e lula. Além disso também tem a sopa de sundae!

comidas exoticas-10

Imagens:
pikeletandpie.com
google images
naver image

Quer saber mais curiosidades da Coreia? Clique aqui!

Entre em Contato

Ligue para +55 11 3287 6886 ou deixe sua mensagem